Conflito nuclear ocorrerá no próximo mês, de acordo com vidente.

O mundo está passando por mais uma fase perigosa (e esperemos que seja mesmo só uma fase), com os trogloditas beligerantes novamente ameaçando explodir o planeta num conflito nuclear. O Relógio do Dia do Juízo Final marca 2,5 minutos para meia-noite, sendo que “meia-noite” significa que uma catástrofe atingiu nosso planeta.

Desta vez a catástrofe em potencial pode estar vindo de um possível conflito entre os Estados Unidos e a Coréia do Norte, com a probabilidade de uso de armamentos nucleares. Porém, se os Estados Unidos e a Coréia do Norte entrarem em conflito direto, certamente outras nações irão interferir na questão, tais como a China e a Rússia, que, embora muitos analistas digam que não, elas provavelmente irão se posicionar ao lado da Coréia do Norte.

E como não poderia deixar de ser, videntes do mundo todo já se manifestam sobre o que poderá acontecer nesses próximos dias.

Possivelmente uma das mensagens mais impactantes vem do vidente Horacio Villegas, o qual teria até data prevista para o conflito. Mas seria Horacio somente mais um vidente que ‘chuta’ seus prognósticos, esperando que alguns se tornem realidade?

Já em 2015, Horacio Villegas predisse que Donald Trump se tornaria presidente dos EUA, e que ele se tornaria o “rei illuminati” que “traria o mundo até a Terceira Guerra Mundial”. Ele também profetizou que Trump atacaria a Síria, e que isto traria a Rússia, a Coréia do Norte e a China para dentro do conflito.

Mas não para por aí: Há poucos dias Horacio, um católico fervoroso que mora no estado do Texas — EUA, teve um sonho. Ele descreve seu sonho:

Vi bolas de fogo caindo do céu e atingindo a Terra.
…pessoas em todos os lugares estavam correndo, tentando se esconder desta destruição…
…Acredito que isto foi um simbolismo de mísseis nucleares que cairão nas cidades e nas pessoas pelo mundo todo

Horacio diz ter a data que isto ocorrerá, e será no centésimo aniversário da visita de Nossa Senhora de Fátima, dia 13 de maio próximo.

Várias vezes videntes anunciaram datas para o fim do mundo e felizmente nenhuma dessas predições ser realizaram. Porém, o que assusta neste momento não é nem mesmo a predição de Horácio, mas sim o momento delicado que estamos passando. Mesmo sem videntes nos alertando sobre possíveis datas que poderão marcar o final dos tempos, não se pode negar que a conjuntura política atual é muito crítica, com algo impactante podendo ocorrer a qualquer momento.

A propósito, não foi divulgado muito na imprensa corporativa, mas na semana passada, além dos Estados Unidos explodirem a “Mãe de Todas as Bombas” no Afeganistão, eles também conduziram testes de uma nova bomba nuclear. De acordo com o site intellihub.com, “a Administração Nacional de Segurança Nuclear dos Estados Unidos ‘silenciosamente’ anunciou o primeiro teste de campo com sucesso da bomba termonuclear “esterçável” modernizada, B61–12, no deserto de Nevada”.

Então, temos aqui todos os ingredientes necessários para a produção de um enorme bolo fecal. Qual será a próxima notícia alarmante que receberemos?

Todavia, a questão principal sobre toda esta movimentação insana que ocorre hoje em nosso planeta é que, se esses malucos realmente utilizarem armamentos nucleares, seria então o nosso fim? Será que o planeta está condenado a simplesmente explodir nas mãos desses megalomaníacos inconsequentes?

Não podemos deixar de lado o fato de termos recebido várias notícias sobre OVNIs que supostamente visitaram e têm visitado instalações nucleares em todo o planeta, e algumas vezes até mesmo desativado essas armas temporariamente. Assim, a pergunta que não quer calar neste momento é: Os extraterrestres iriam interferir num conflito que de outra forma poderia potencialmente acabar com todo o nosso planeta?

Tudo que podemos fazer neste momento é torcer para que esta seja somente mais uma fase que não evoluirá para um conflito nuclear. Caso contrário, rezemos/oremos/meditemos/vamos torcer para que nossos visitantes encontrem em seus corações um pingo de piedade para com a raça humana.

n3m3