Fonte: http://liquidboulevard.com/southern-summer/

Com-tensão

Tenso, o mar de minha afetividade agita-se.

Suas ondas chocam-se contra as paredes da insegurança,
Erguidas ao longo de tantas estações,
De curtas primaveras de encontros felizes
E intermináveis invernos de compartilhada solidão.

Este mar anseia por reencontrar a praia em que pisas
E, encontrando-a, honrar-te os pés,
Banhando-os com delicadeza.

Angustia-se por não poder reverenciar tua pele,
Enquanto mergulhas em suas águas.
Este mar quer cantar-te na música de suas ondas,
Na dança de suas marés,
No borbulhar da espuma de suas vagas.

Contido, este mar sonha e espera
O dia em que seus temores se quebrem contra os rochedos,
E que, caídas as paredes, ele possa ver,
Por sobre as ruínas de sua insegurança,
Teus braços estendidos a convidá-lo
Para o enlace derradeiro e duradouro,
Numa dança apaixonada sob o luar.

Goiânia, 14/01/16, 18:32.
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.