Elegia inesgotável a Inês

Um homem, um homem qualquer, 
desses que se encontra em qualquer esquina
esta parado frente a fotografia de Inês.
O que ele percebe em Inês, não sabemos
Talvez ache Inês, inexpressiva
ou julgue Inês, inexperiente, 
Inexata, no olhar sobre os ombros
Inescrupulosa e vulgar, pela nudez que veste.

Um homem, um homem qualquer, 
desses que se encontra em toda parte do mundo
nada poderia perceber em Inês.
Para ele, Inês é figura inexistente
Ele não sabe que Inês é inexplicável
que a beleza de Inês não é vulgar, é inexorável
e o beijo de Inês, ah! isso é inesquecível.

Pablo Sola

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.