Como banhar e vestir seu bebê no Inverno

Quando o inverno chega as temperaturas tendem a cair e o clima ficar mais seco. Essas mudanças tornam-se perigosas já que trazem consigo doenças respiratórias que prejudicam principalmente o seu bebê, por ser mais vulnerável a essas transformações climáticas.

Por isso, você deve ficar atento garantindo que ele passe pelo inverno de forma mais serena e, o melhor, com saúde. Para te ajudar nesse momento que tal dar atenção especial na hora do banho e após o banho?

Melhor horário para o banho

O ideal é que ele ocorra no fim da manhã ou início da tarde, quando a temperatura tende estar um pouco mais quente. Escolha um local onde não passem correntes de ar. Antes de por o bebê na banheira certifique-se da temperatura da água, que não pode estar muito elevada.

O mais agradável para seu bebê é um banho morno para quente, em torno de 37ºC. Para saber se a água está boa insira na banheira o dorso de sua mão, ou o punho ou o cotovelo. Com temperaturas baixas não se brinca, então não leve brinquedos que distraiam seu recém-nascido e dê preferência a banhos rápidos, mas com uma higiene perfeita.

SUGESTÃO DE LEITURA:
Preparar os filhos para o futuro
Retirada das fraldas
Amor do pai é uma das maiores influências da personalidade da criança

Seque até as dobrinhas

Após o banho não saia com seu bebê nu para outro ambiente que, com certeza, estará frio. Enrole-o com uma toalha e seque-o todo, sem esquecer-se das dobrinhas. Depois ponha uma peça de roupa na parte de cima, como uma camiseta, por exemplo, para proteger o peito dele. Só assim é que você colocará a fralda.

Já com a roupa mínima, você pode levar seu bebê para outro ambiente e vestir as demais peças que o esquentará. O ideal é vesti-lo em camadas e com peças de algodão, já que a lã pode ressecar a pele e ainda causar alergia. Quanto ao náilon: ele não é recomendável para temperaturas baixas.

Ao vestir seu recém-nascido é adequado por um body por baixo, uma calça e um macacão por cima. Não esqueça jamais das luvas, meias e gorro, pois os bebês perdem muito calor nessas extremidades e, por isso, sentem muito frio nelas.