Playoffs Preview: Conferência Leste

Washington Wizards (4º) x Atlanta Hawks (5º)

O confronto entre o quarto e o quinto colocado é o que se espera ser mais equilibrado na primeira rodada dos Playoffs, o que provavelmente não deve ocorrer no Leste, em virtude a clara superioridade dos quatro primeiros colocados em relação ao demais. Um exemplo disso é que o Washington Wizards, quarto colocado, terminou a temporada mais próximo do líder Boston Celtics do que do quinto colocado, Atlanta Hawks, o que faz dele favorito para vencer a série.

John Wall (WAS) rejeitando Paul Millsap (ATL), ambos são destaques de suas equipes. (Crédito: GettyImages)

O Washington Wizards depois de decepcionar na temporada passada, ficando fora dos Playoffs, a equipe da capital americana chega bem nesta pós-temporada, inclusive tendo aproveitamento de 70% na metade final da temporada. A primeira mudança para a temporada atual, ocorreu ainda ao final da última temporada, quando Scott Brooks assumiu o comando da equipe no lugar de Randy Wittman, que não conseguiu levar a equipe aos Playoffs. Essa parece ter sido a mudança determinante para que o Washington Wizards trilhasse novamente o caminho das vitórias, já que na Offseason a equipe não teve nenhuma aquisição relevante, a única adição que teve algum espaço na rotação da equipe da capital foi o pivô Mahinmi, a diferença maior se dá no comportamento da equipe, que ajudou para que os atletas se acomodassem melhor em quadra, tanto individualmente encontram-se melhor em relação outras temporadas, John Wall que faz médias de 23,1 pontos, 10,7 assistências e 2,1 roubos por jogo, que são as melhores de sua carreira, e Bradley Beal vem fazendo 23,1 pontos por jogo também, 6 a mais que em sua melhor temporada, são exemplos disso. Para complementar o elenco, ao longo da temporada a equipe ainda contou com a chegada Brandon Jennings e Bojan Bogdanovic, que tem vindo muito bem do banco. O Washington Wizards vem como favorito para essa série contra o Atlanta Hawks, e já pensando em uma semifinal contra o Boston Celtics, é capaz de enfrentar em condições de igualdade a equipe que foi líder da Conferência.

O Atlanta Hawks time que parece ser o espelho do Portland Trailblazers na Conferência Leste, que são equipes que perderam jogadores nas últimas temporadas em virtude das boas campanhas que vinham fazendo. Nessa temporada a equipe viu sair Al Horford, Jeff Teague e Kyle Korver, que saiu durante a temporada, e na temporada anterior já havia visto DeMarre Carroll dar adeus, contando com a chegada apenas de Dwight Howard, que chegou em baixa em sua terra natal, depois de passagens sem muito brilho por Los Angeles Lakers e Houston Rockets, e de Ersan Ilyasova, já após o All Star Break, que vinha bem no Philadelphia 76ers. O Atlanta Hawks em meio tantas perdas conseguiu se manter na zona dos Playoffs por toda temporada, terminando a temporada com recorde positivo, porém em nenhum momento demonstrando ser uma equipe que pode chegar a fazer algo a mais de diferente na pós-temporada. A equipe foi liderada na temporada regular pelo expirante Paul Millsap e por Denis Schröeder, que ganhou mais espaço com a saída de Jeff Teague, contando com a ajuda de Howard, que embora não seja mais o jogador dominante que já vimos, ajudou bastante a equipe na zona pintada e de outros jogadores como Hardaway e Benzemore, e outros que estão no elenco e sempre contribuem para que a equipe consiga se manter viva no Leste, assim mostrando mais uma vez a capacidade que o excelente treinador Mike Budenholzer tem, que com um elenco que tem sido reduzido, ainda consegue se classificar sem muitas dificuldades. Para o confronto contra o Washington Wizards, o Atlanta Hawks entra sem nenhuma obrigação de bons resultados, já que durante algum momento se pensou que iria entra em reconstrução, o que pode ajudar a equipe para fazer uma boa série e quem sabe surpreender a equipe da capital americana.