Tese — antítese — síntese

3 jogos e algumas afirmações

Flamengo e Atlético Paranaense fizeram 3 jogos no ano de 2017; 2 pelas libertadores e um hoje, pelo brasileirão. Cada jogo teve seu contexto, história. E pode-se fazer algumas afirmações encima destes jogos.

fonte

No 1º jogo, no maracanã e pela libertadores, vitória imponente do Flamengo. No 2º jogo, na arena da baixada e também pela libertadores, derrota, com alguns pontos em análise bem interessantes. A começar pelo baixo aproveitamento nas finalizações, em partida que o Flamengo foi dominante.

Agora o 3º jogo, hoje, pelo brasileirão e tendo o Flamengo como visitante. Diversos desfalques; 11 jogos seguidos em 1 mês. A escalação, ao meu ver, foi boa. Assim, o Flamengo fez sua pior partida dessas 3. Muitos falam que o Flamengo não jogou nada — discordo. Foi um jogo onde, apesar da trave como salvadora, o time fez frente ao Atlético. E poderia ter saído como ganhador, assim como eles. Um momento que ilustra isso foi a pixotada do Guerrero — que inclusive é um dos pontos em que quero chegar.

tem muito crédito, mas perde seus golzinhos — fonte

No 2º jogo contra esse Atlético pela libertadores, Guerrero perdeu/deixou-de-fazer um gol que poderia nos ter classificado pra fase seguinte da libertadores. Hoje, também perdeu/deixou-de-fazer um gol que poderia ter mudado o panorama do jogo. Claro que ele não é o GRANDE PERDEDOR DE GOLS nesse time, até porque ele faz temporada muito boa, mas é o reflexo de um time que não “mata” os jogos que domina — apesar do de hoje não ter dominado.

Outro ponto é a ótima partida que Cuellar fez. Não sou um grande crítico do M.A, inclusive achava que estava fazendo grandes jogos, mas nos últimos tem errado MUITO. Hoje, pelo que Cuellar mostrou, merece ganhar chance entre os titulares. Inclusive, eu espero muito que isso aconteça.

Logo, falta a esse time o espírito copeiro; o “algo a mais”. O trabalho do Zé Ricardo é bom; naturalmente, precisa ser lapidado — e isso passa muito também pelo “fator decisão” destes jogadores.