Demanda
substantivo feminino

  1. manifestação de um desejo, pedido ou exigência; solicitação.
  2. ação de procurar alguma coisa; busca, diligência.
    “a d. do cálice sagrado”
    econ procura por bem ou serviço no mercado em determinado momento.
  3. jur processo judicial; ação, litígio, pleito.
  4. p.ext. debate polêmico; discussão, contestação.
  5. frm. confronto violento; combate, luta, peleja.
  6. p.us. pergunta, interrogação, indagação.

O significante, essa diferença a quem não sei dar outro nome, não possui significado fixo. Os significados são provisórios; e não vale fazer holófrase.

Na definição de Lacan, “um significante é aquilo que representa o sujeito para outro significante” (LACAN, 1960/1998, p. 833). Esse campo do Outro que nos estende e, ao mesmo tempo, trancafia. O nome mesmo diz, é cadeia. E para recorrer à liberdade é preciso aceitar a castração de si. Viver o entre que não é uma coisa, nem outra, é vazio.

E tem a Pulsão. Essa força dominante que avassala o corpo. Seria preciso alguns anos de aula de história para dar conta desse feudo que nos tornamos. Quando o movimento pendular retornar ao oposto de si, eu quero fazer silêncio. Porque existe algo no mim que exige, mas exige em silêncio. Foram três dias de choro. No quarto, o silêncio. Três dias que significam, inicialmente, um abandono. Eu acatei o abandono?

Valor, lixo, estragado, amor, choro e silêncio. Eu condenei à morta uma vida rigorosa. Eu fiz átomo dos meus sentimentos, mas a cada dia eles tomam forma de matéria escura e eu mergulho, como se fosse numa piscina, no vazio de mim. E me assusto. E exijo. A minha fome é maior do que a de muitos. Uma maçã não sacia.

Eu condenei à morta uma vida rigorosa.
Que morta?
Eu estava morta?
Fazer-se de morto. O analista faz-se de morto.

Eu estou me separando de você. Ainda não entendi, no entanto, de que tipo de demanda se trata. O que é demanda. Da onde vem. E a voracidade. E a tempestade. E os raios que reluzem em silêncio antes do trovão.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.