A JNJ no meu plano de carreira

Meu nome é Paolla Pio, tenho 21 anos e sou paraense. Me considero uma pessoa determinada e movida a desafios. Sou filha de empreendedores, motivo pelo qual convivi desde cedo e me apaixonei com o mundo dos negócios. Quando completei 16 anos, decidi estudar administração e foi nesse período que comecei a pesquisar por objetivos de carreira e pelas melhores faculdades de negócios do país, afinal buscava ser a melhor na minha profissão e estar inserida em um contexto desafiador.

O resultado dessa avaliação foi o encontro do Insper, uma instituição nova que se mostrava disruptiva e inovadora no mercado, implementando uma graduação voltada a problemas com aplicações reais e muita base financeira para formar os profissionais mais preparados para o mundo de negócios prático. Minha escolha estava feita.

Com a decisão tomada, fiz uma grande mudança para alcançar meus objetivos previamente calculados, sai da casa dos meus pais em Belém do Pará para mudar sozinha para São Paulo. Não foi um período fácil, mas sem dúvidas essa transição me fez crescer. Me tornei independente, mais forte, coloquei em prática meus planos e tive oportunidade de conhecer um universo novo que ainda era uma folha em branco para eu pintar meu futuro.

Durante o período da graduação, com estudo em tempo integral, foquei no desempenho acadêmico e em projetos extracurriculares. Me orgulho da minha primeira experiência com clientes reais, como consultora da Insper Jr. Consulting. Após um processo seletivo de 6 meses dentro da faculdade, fui aprovada para entrar e realizar projetos de consultoria. Durante a gestão, desenvolvi habilidades de liderança e trabalho em grupo, em projetos realizados por 4 pessoas, as quais possuíam personalidades e habilidades diferentes entre si. No final da gestão, foi recompensador ver que, na prática, o projeto entregue foi responsável por tirar o empreendimento do papel e estruturá-lo de forma a ser lucrativo e viável financeiramente, realizando o grande sonho de quem nos contratou.

Outro momento marcante foi o trabalho na organização sem fins lucrativos Bem Gasto, que oferece educação financeira para pessoas de baixa renda. Trabalhei na área financeira e sob a minha gestão, foi renovado todo o material didático do projeto em apenas 4 meses, através de captação de doações e efetiva gestão de finanças. Para mim, foi importante retribuir para a sociedade com o meu conhecimento em um fundamento que é primordial e inacessível para muitos em nosso país, que é a educação.

Também me orgulho do estágio acadêmico na General Motors, onde trabalhei na área de logística internacional. Utilizamos a metodologia PDCA para encontrar a causa raiz do problema e traçar o plano de ação. Mais uma vez trabalhei em grupo e conseguimos concluir o projeto com reconhecimento da diretoria logística da GM, pois o plano foi capaz de gerar economia de milhares de dólares anualmente pela redução de custos de demurrage e armazenagem portuária. Essas formas de reconhecimento intrínsecas me motivam para me dedicar e seguir subindo os degraus do meu planejamento de carreira.

Tendo em vista esse histórico e dedicação profissional, sou reconhecida pelos amigos e familiares como uma pessoa determinada e decidida, sei onde quero chegar e traço metas em torno disso. Sou uma pessoa tranquila, não importa a adversidade do momento, consigo manter a calma e buscar a solução para ajudar os que estão a minha volta. Sendo assim, resumidamente, diria que sou percebida com alguém prática e que faz acontecer.

Nas horas vagas gosto de ler biografias e pesquisar sobre empresários e líderes de sucesso, acredito que podemos aprender com os erros/acertos e estratégias adotadas no passado. Um dos primeiros livros que li relacionados a esse assunto foi o do Google, que me marcou pois evidencia claramente que para alcançar a inovação é preciso pensar “fora da caixa” e, mesmo com adversidades, acreditar no seu propósito, ser racional e seguir em frente. Me lembro sempre desse ensinamento para os desafios em minha vida.

Falando em desafios, em 2017 encarei mais um deles. Com o final da minha graduação se aproximando, chegou o momento de escolher a empresa em que eu gostaria de estagiar. Tendo em mente minhas características, valores e objetivos, retomei as pesquisas para encontrar uma empresa que não somente eu me identificasse, mas também admirasse a trajetória e propósito. Foi nesse período que apliquei para o estágio na Johnson & Johnson. Quando recebi a aprovação, mesmo sendo aceita em outras empresas, tive certeza que aceitaria.

Em janeiro de 2018, comecei o programa e não imaginava que me surpreenderia tanto. Atualmente são 10 meses que sou realizada por trabalhar em uma empresa que foca na qualidade da entrega ao cliente e que consegue conciliar uma cultura colaborativa e a “agressividade” necessária para gerar números e resultados. A J&J fomenta a inovação e o pensamento disruptivo, mesmo sendo uma empresa de imensas dimensões. Nesse período, tive a oportunidade de entender os processos macros da organização, bem como tive exposição aos cargos de alta liderança.

Busco o programa de trainee da Johnson & Johnson porque eu quero mais. Conversei com pessoas que passaram pelo programa e com seus líderes e sei que essa é uma oportunidade de aprendizado intensivo em um período relativamente curto. O job rotation proporciona vivência em áreas diferentes, porém complementares, fundamentais para a visão macro que um grande líder precisa ter. Sendo assim, quero fazer parte do trainee, que tanto contribui para a inovação e obtenção de resultados dentro da empresa. Meu grande objetivo é seguir o que planejei para alcançar um cargo de liderança em uma empresa que eu admire e que proporcione desenvolvimento e desafios aos seus funcionários, como é a Johnson & Johnson.

Quero trilhar um caminho íntegro e de sucesso para a empresa da qual faço parte, me tornar uma líder admirada pela minha trajetória, decisões e resultados gerados. Objetivo ser lembrada pelo meu percurso profissional e, quem sabe um dia, deixar meu legado registrado em um livro para inspirar jovens, impactá-los e motivá-los a seguirem seus sonhos, como faço hoje.