Ouço o barulho d’água jorrando, já sinto a energia percorrer ..

Chego em casa de mãe, é aconchego, faz querer parmanecer ..

Peço licença, me banho em tuas águas, é como renascer ..

Sua pureza limpa, energiza, faz teu coração aquecer ..

Canto teu ponto, e a floresta parece a orquestra que faz o acompanhar ..

Agradeço, e vou carregando no peito, a felicidade de lhe encontrar ..

Ora yê yê ô

Oxúm

..

Patrícia Adriana Poeta