Sonhos

Sonhos, metas, objetivos, desejos. São coisas que regem o nossa vida, são o que nos acordam antes das 06h00 todas as manhãs, são os que nos alimentam, são os que movem a humanidade para o futuro inimaginável, são os que fazem o impossível ser executado.

Eu acredito fortemente que sem um objetivo nenhum ser humano consegue sobreviver, seria impossível conseguir fazer o que a sociedade considera de ritual da vida, é preciso desejar algo no futuro para que consigamos fazer coisas desagradáveis no presente necessárias ao caminho.

Creio que a loucura chega a certos indivíduos após a frustração de terem alcançado seu sonho e esse se mostrar diferente do imaginado ou após chegarem em determinando ponto a desacreditar que seja possível alcançar seu sonho, nesse momento nasce um sentimento de impotência, um sentimento de inutilidade. Sabe aquela sensação de não saber a razão da vida? Do porque da sua existência? Isso, com certeza é a razão da insanidade.

A insanidade chega diariamente com a frustração de não ter ido na academia ou ter ultrapassado meu limite de consumo de açúcar diário.

Chega diariamente quando se cansa de ter que utilizar o transporte público diariamente com a impotência de poder adquirir um meio mais confortável.

Todos devemos e temos que ter objetivos e metas, mas como chegar até elas? Como saber mensurar a sua evolução? Como planejar os próximos passos? Como entender que o importante é não parar de sonhar, que quando o sonho virar realidade um novo sonho deve ser sonhado.

Como parar de perder para si mesmo todos os dias?

Ou talvez, entender que as vezes perder é bom e que isso nos proporciona experiências nunca sonhadas, mas totalmente prazeirosas e valiosas?

São tantas perguntas que nos cercam diariamente, e nos esquecemos que o mais importante de tudo é apreciar o que foi conquistado agora, é apreciar o caminho até a chegada da vitória.

Entenda que é muito difícil apreciar a ida para o trabalho enquanto se dorme 5 horas por dia, mas é maravilhoso saber que você consegue desempenhar tão difícil tarefa, é prazeroso poder ser determinado, ter objetivos e ficar rico de experiências a cada minuto. O segredo é saber aproveitar cadê detalhe: desde o caminho na estrada de pedras até a chegada no paraíso.

Mas lembre-se: seu paraíso muda a cada dia.