Hoje em dia tu acontece imediatamente no mundo digital. Nem tanto na verdade, só que a sensação é. Eram desejos presos; anseios apreendidos de voo; sonhos encarcerados. Dia após noite um looping de ações que com o tempo ficavam automáticas. Somos responsáveis por nossas escolhas, bem como, por nossa situação. Não era “ruim” como pode parecer escrito. Só que poderia ser melhor, diferente… mais pessoalizado.


Toda virada de ano é acompanhada de promessas e desejos. Rotina anual. A disciplina e a mudança viram do clichê. No entanto, clichê foi apenas a data. O mindset já queria ser outro. O corpo pedia um movimento novo. Tudo se move.


Um dia as coisa mudam. Bateu uma bad (aquela vibe estranha e pesada, sabe?), um sintoma de inconformação; parei um minuto!

Sabe quando tu lembra… vai passando um filme. Milhões de flash por segundo. (não era a morte, não — rsrs). Revi muita coisa. Algumas bem triviais e que eu gostava muito. Tinha parado de fazer-las. Sem explicação, a não ser descuido; ou coisa qualquer.


Percebi que gostava, e muito, das atividades esportivas que tinha deixado para trás. Havia parado e nem sabia explicar direito o porque. Fui percebendo os sinais da minha insatisfação. Diariamente, refletia-a. Revia-a. O mundo digital ia me mostrando. A cada duplo touch no instagram de publicações de treinos e provas me mostravam.

Percebi! Preciso mudar. Continuar fazendo o que fazia antes, não tem mais sentido, ou deixar de fazer o que quero.


Sabe aquelas noites, que tem tudo para ser só mais uma noite? Tu sabe e espera o mesmo enredo? Pois, bem… não foi. Uma engrenagem importante foi somada ao processo. Na encruzilhada, no fim da noite… Ali ela apareceu (e não era assombração não. rsrs) Ali conheci minha atual mulher. Tudo se move e a vida vai seguindo seu fluxo.

“O destino te apresenta inúmeras opções e possibilidades. Quando tu sabe o que queres tu consegue enxergar.” — Patrick Guimarães

Confesso que do momento que nos conhecemos, até a virada do ano de 2017 em verdade, nutríamos hábitos boêmios e de menores preocupações com a saúde. Pensamentos de curto prazo. É necessário estimar, ambicionar e sonhar com o futuro. Tudo inicia na mete. Desenvolver o longo prazo. Sabendo que é no presente que ele se constrói. Pois bem, mudei! Melhor, mudamos. Fui me programando para a grande mudança. Lembrando: “Grandes mudanças exigem, grandes esforços!”. Foram quatro meses até a virada do ano, reprogramar o cérebro para parar de fumar, reduzir drasticamente o álcool e praticar esporte. Mudar a mim, ajudar a ela.

“A mudança é uma questão de escolha combinada com ação. Daí, tu repete diariamente com determinação, dia após dia. Matem o foco e quando vê conseguiu mudar” — Patrick Guimarães

Tudo é possível quando queremos. Mas queremos de verdade. Desenvolvi e continuo desenvolvendo novos hábitos, aprimorando-os. Luto pela minha mudança e evolução diariamente. Assim como, sempre pretensão de ensinar, poder ajudar quem estiver à minha volta. A graduação de Adm me levou pro lado do marketing e o esporte para as redes sociais. Estudo Mkt Digital e aplico nas minha rotinas o que aprendo.


Retornei às corridas; estou me preparando para correr minha primeira meia maratona. Divulgo tudo pelo Isntagram. Queria me desafiar mais, então, tenho o desafio de completar-la em até 1h30’. Está na rede o desafio também. Lucianinha?! AAah, sim… tem conquistado ótimos resultados. Também tem os desafios dela. Está na luta. Todo dia buscamos ser 1% melhor do que fomos ontem. Como costumo dizer, “Podemos tudo que queremos”. O importante é possível viver o sabor do percurso e não apenas o anseio da chegada.

Acompanhe as minha Mídias

Fb — Ouse Desafiar-se
IG — Ouse Desafiar-se

Fb — Patrick Guimarães

Like what you read? Give Patrick Guimarães a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.