Cérebro pode ser controlado durante o sono

Cientistas franceses conseguem enviar instruções para o cérebro de pessoas adormecidas — que respondem a elas sem acordar

Quando dormimos, entramos no reino dos sonhos e nos desligamos do mundo real, certo? Uma experiência revelou que não é bem assim. Durante o sono, o cérebro continua respondendo a estímulos externos — e pode até obedecer ordens. Num teste realizado na França, 18 voluntários ouviram uma sequência de nomes. Alguns eram nomes de objetos; outros, de animais. Se o nome fosse de um objeto, a pessoa deveria apertar um botão com a mão esquerda. Se fosse de um animal, com a mão direita.
Depois de repetir o processo várias vezes, cada voluntário foi levado para um quarto escuro para passar a noite. Assim que o voluntário caía no sono, os pesquisadores voltavam a falar os nomes dos objetos e dos animais. Incrivelmente, o cérebro respondeu. E respondeu certo, ou seja, acionando as mesmas regiões que tinha utilizado, quando a pessoa estava acordada, para apertar o botão com a mão esquerda ou com a mão direita. Ou seja: o voluntário estava inconsciente, mas seu cérebro estava ouvindo as palavras — e classificando-as em objetos ou animais. “Isso mostra que quem está dormindo pode extrair informações [do ambiente] e responder a elas”, diz o neurologista Sid Kouider, líder do estudo.
Uma experiência anterior, realizada em 2010 pela Universidade Northwestern (goo.gl/vBqHi), já havia mostrado que é possível induzir a memorização de certas informações, como sons e imagens, durante o sono. Mas o estudo francês é o primeiro a conseguir controlar em tempo real o cérebro adormecido. Para os cientistas, isso poderá ajudar na criação de métodos de aprendizado durante o sono. E dormir terá deixado de ser apenas hora de descansar a cabeça.
Fonte
Inducing Task-Relevant Responses to Speech in the Sleeping Brain. Sid Kouider e outros, Escola Normal Superior de Paris.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.