Programa da CIA rastreia localização de aparelhos ligados a redes de Wi-Fi, diz WikiLeaks

O WikiLeaks revelou nesta quarta-feira (28) que a CIA, agência de inteligência americana, utiliza um programa de computador para rastrear aparelhos que tenham conexão com redes de Wi-Fi. Com isso, a organização pode observar os hábitos de deslocamento de possíveis suspeitos.

Segundo os documentos publicados, o malware Elsa é instalado na máquina alvo através de outras estratégias da agência, e depois consegue identificar a posição mesmo que não exista conexão com a internet. É necessário apenas que a função Wi-Fi esteja ligada.

O programa rastreia diversas informações das redes próximas ao aparelho em intervalos regulares.

Se conseguir conexão com a internet, automaticamente tenta utilizar bases de dados de geolocalização do Google ou da Microsoft para estabelecer a posição exata da máquina, com longitude e latitude e horário.

As informações ficam registradas no aparelho, e devem ser acessadas por outros métodos desenvolvidos pela agência.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.