Retalhos

Crassulaceae, minha cara, deixe-me esclarecer uma coisa:

Quem foi que te colocou aí desse jeito?

A sua beleza às vezes me faz travar.
 Quando o sol bate em tí, ele reflete em Minh ’alma,

- intermitente paz -

Na pausa olho para baixo e só vejo uma coisa:

Minhas meias Órfãs de sacralidade; parecidas com girafas, ou seja lá o que for. Ultimamente os dias têm sido frios, insistentes e voluntários. Os retalhos coloridos não tem sido suficientes. Sinto falta das raízes dos meus pés; Eles soltos às vezes me fazem vacilar. Emolduremos mandacarus nostálgicos;

E abramos alas, pois a Crassulaceae chegou!

Veio pra ficar …

Para Calar o silêncio, me tirar do tormento,

me resfolegar.