Inspirando …. que você tenha um hobby para chamar de seu!

Sempre valorizo quando converso com alguém que fala sobre algo que AMA fazer nos momentos ‘livres’. Dizem que o hobby alimenta a alma, te dá a energia necessária para enfrentar a realidade do dia a dia.

Tem até alguns gurus por aí dizendo que você deve AMAR o que você faz para sobreviver… e o que era hobby pode acabar sendo a sua principal atividade — aquela que sustenta os seus planos!

Não acredito que exista um modelo apenas a ser seguido. Tem gente que gosta de cozinhar aos finais de semana ou em momentos que precisa relaxar, como é o caso do meu marido Celso Iavelberg, mas não me parece muito provável que um dia ele se torne cozinheiro profissional (apesar de ter talento!).

O fato é que esse meu amigo Henry Ayres tem esse hobby maravilhoso que é cantar e que gostaria de compartilhar com vocês (https://www.youtube.com/user/henryayres). No caso dele até acho que um dia poderia virar profissão (a gente já falou muito sobre The Voice com ele, rs, mas ele não gosta muito… eheehehe), mas o que vale mesmo é o quanto ele se diverte fazendo isso, e o quanto essa atividade o ajuda no dia-a-dia.

Eu já deixei de ter hobby, vivia do trabalho pra casa, me atolei na rotina de “mãe que trabalha fora”… mas aos poucos estou retomando alguns deles — cozinhar ouvindo música, assistir a alguns filmes, ler. Até já me peguei sonhando em adotar novos hobbies — as maravilhas que o ócio criativo pode gerar!

Enfim, queria dar essa dica pra vocês: não abandonem / deixem de ter hobbies, eles são fundamentais na nossa vida. É a nossa pura conexão com o que realmente somos, o que realmente gostamos. E esse prazer em executá-los vai ser transbordado para as outras tarefas do dia-a-dia que somos “obrigados”a fazer, tornando-as menos pesadas.

Acabei de ouvir que todos nós recebemos todos os dias o mesmo presente: 24 HORAS!!! O que diferencia uma pessoa da outra é o uso que ela faz desse tempo… Permita-se!

‪#‎inspirando ‪#‎hobbies ‪#‎usebemoseutempo

Like what you read? Give Paula Teofilo Iavelberg a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.