Você Sabia que Nossos Pets nos Ensinam Mesmo Depois de Sua Morte?

Provavelmente aflorou em você muitas coisas negativas — tristeza, raiva, apego, surpresa, dependência, solidão, carência, saudades…

Dessas emoções, qual foi a mais forte, a mais difícil de lidar?

Pois é justamente isso que você veio curar em sua vida atual. Obviamente, as outras emoções você também precisa dar atenção. Mas, em relação à perda do seu Pet, essa emoção é um dos motivos pelo qual ele entrou na sua vida. Porque ele “sabia” que ao sair da sua vida, iria aflorar exatamente isso.

Ou seja, a intenção não é que você fique mal, mas é para você perceber que existe isso guardado lá no seu interior, talvez, há muito tempo, e que você precisa cura-lo para que não continue te prejudicando.

Se, ao invés de ficar triste, você focar por esse viés, seu Pet, certamente, ficará contente de saber que você entendeu a última ajuda que ele lhe deixou.

Paula Teshima

Siga no Instagram: www.instagram.com/paulateshima