Bem Vindo ao Front

Dilma caiu.

E eu até consigo entender que a pessoa fique feliz com a saída da Dilma, mas não consigo entender como alguém tem coragem de comemorar sabendo que agora temos Michel Temer na presidência.

É bom lembrar que Temer é o cara que quer “flexibilizar” a CLT, colocando em risco direitos como as férias e o 13º salário. O mesmo cara que congelou os investimentos da saúde e educação pelos próximos 20 anos, que cortou 45% das verbas das universidades públicas, que formou um ministério inteiro sem representatividade, que quer a aposentadoria com 70 anos, que suspendeu o minha casa minha vida, que tem ministros favoráveis ao fim do SUS e a cobrança de mensalidade nas faculdades federais, que suspendeu o Prouni, Fies e Pronatec, além de acabar com o Ciência Sem Fronteiras para alunos de graduação. Temer também cortou as verbas das federações de diversos esportes olímpicos após as olimpíadas. E além disso a câmara dos deputados agora vota com urgência o projeto que entrega o pré-sal para empresas estrangeiras com todo o apoio do planalto.

E mesmo que você não seja assalariado, não dependa do SUS, tenha grana pra pagar uma faculdade particular, já seja aposentado, não seja um atleta olímpico ou tenha qualquer outro motivo pra não se importar com qualquer uma das coisas citadas anteriormente, lembra que o Temer prometeu austeridade? Disse que ia cortar a sangria de gastos do governo? Controlar a dívida pública? Acabar com o rombo fiscal? Pois é, ele fez o contrário. De pauta bomba em pauta bomba, como o aumento dos salários dos ministros do STF, o rombo do orçamento cresceu e o mês de julho fechou com um déficit de 18,6 bilhões, um aumento de 140% em relação ao mesmo período do ano passado.

Não se esqueça que foi o Michel Temer que nomeou para ministros sete citados na lava jato e seis respondendo a inquérito no STF. E foi o Temer também que retirou a urgência da votação do pacote anti-corrupção que tramita no congresso. Pra não falar da relação dúbia do agora presidente do país com o ex-presidente da câmara, Eduardo Cunha, que dispensa apresentações.

E se mesmo assim não foi o suficiente pra te convencer, lembre-se que tanto o Temer quanto o seu partido, o PMDB, foram base para os governos do PT por todos esses anos e seria muita ingenuidade (pra não falar burrice) achar que só o PT estava metido nas falcatruas.

Agora que a Dilma está definitivamente fora da presidência acredito que não existam mais motivos pra não nos voltarmos todos contra o ex-interino certo? Se bem me lembro, primeiro a Dilma, depois o resto não é mesmo?

Espero que toda aquela vontade de mudar o país e lutar contra a corrupção não tenha se esgotado, afinal de contas, estamos só começando.

Agora é a hora de esfregar na cara daquele seu amigo petralha que a sua indignação não era seletiva e que você não tem bandido de estimação.

Tira as panelas do armário.
Ressuscita aquela camisa da CBF.
Agora repete comigo:

FORA TEMER!
FORA TEMER!
FORA TEMER!
FORA TEMER!
FORA TEMER!
FORA TEMER!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.