Mobilidade urbana é sobre o usuário
Bruno Cisco
123

Ótimo texto, o usuário manda e ponto final. Só ele sabe o que é melhor para si. Nada de paternalismo, nada de imposição, vence o melhor serviço, e quem define o melhor, quem realmente usa. O resto são as corporações, os monopólios e os políticos que em comum, só se movem por seus interesses que são sempre diametralmente opostos ao do consumidor, livre mercado é bom para todos, mercado excessivamente regulado bom para muito poucos.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Paulo Camargo Prandini’s story.