Meu melhor MBA, foi meu projeto!

Quando começamos nossa startup, a Doctor Engage, basicamente o máximo que eu sabia sobre vendas, marketing e métricas era entrar no Google Analytics e ver os acessos mensais e mesmo assim era muito básico.

Com a plataforma online e alguns usuários validando o produto, precisamos começar a conquistar clientes.

A primeira estratégia que pensamos foi anunciar em publicidade online, mais especificamente naquele momento pra nós só existia o Google Adwords e nada mais.

Foi ai que ocorreu nosso primeiro erro, injetar muito dinheiro em anúncios e não saber como lidar com estes novos leads, mais à frente vocês compreenderão.

Logo na primeira semana do produto online percebemos que as pessoas se cadastravam para testar nossa plataforma e saiam. 
Mas o que essa pessoa fez na nossa plataforma ? Preciso saber mais sobre esta pessoa para tentar uma possível abordagem por telefone, e-mail e etc.

De cara fomos apresentados ao Mixpanel, uma excelente ferramenta gratuita até certo ponto, que nos ajuda a trackear os usuários. 
Com ele conseguimos saber o que o cliente fez em nossa plataforma, tempo médio de utilização entre outras métricas.

Legal, agora que sabemos o que o cliente faz em nossa aplicação, como vamos engajar este cliente?

Desta vez fomos apresentados formalmente ao RDSTATION, uma plataforma de automação de marketing que nos permite mandar conteúdo seletivo aos usuários que estão em período de testes baseado em ações do próprio usuário. Além de campanhas de marketing, integrações com por exemplo o pipedrive, que é um excelente crm de vendas a preço justo!

Outro ponto bastante importante é perceber como estas peças se encaixam, criando um ciclo, eu particularmente gosto do termo “máquina de vendas”.

Perceber o que você está errando, o que pode ser melhorado e o mais importante sempre estar testando melhores formas de conversão.

Praticar testes é fundamental, para os de usabilidade contamos o auxílio de uma ferramenta chamada Optimizely com ela conseguimos criar testes A/B e fizemos inúmeros testes como o tempo do período gratuito em que testamos períodos de 7, 14 e 30 dias gratuitos. Baseado nos testes concluímos que 14 dias foi o período em que mais convertemos.

As vezes um cor de botão diferente faz com que se gere mais curiosidade da parte do usuário em se cadastrar para testar o sistema.

O que quero passar a vocês é que não existe uma fórmula de vendas, e sim passos básicos que ja conhecemos, como Google Adwords, inbound marketing, testes A/B e etc. O segredo é criar sua engrenagem de vendas baseado nessas soluções.

E o mais importante de tudo é sempre testar, imagine a vida como um teste A/B!

Métricas a um médio prazo começarão a fazer sentido, progressões de crescimento, saber onde você estará daqui 2,3,5 ou 10 anos é muito importante para você saber o que precisa fazer agora, para estar onde deseja no período almejado.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.