Transpassa-me

minha orelha queimou ao ouvir mais uma vez você dizer que queria o meu beijo

e só ele, e nada mais

eu já sabia, mas ouvi-lo sempre será como a primeira vez

meu corpo se arrepiou ao sentir mais uma vez você tocar a minha nuca

meu corpo se entregou ao sentir mais uma vez o seu toque.

que toque é esse?

que me transpassa

que na leveza de seus epitélios se esfregou e morreu em parte de mim

que na vontade de sentir, se deixou em minha alma e lá fez casa

que no desejo sedento por me iluminar com sua energia, se transformou em sorriso nos meus lábios

que no “se deixar em mim”, se deixou em minha boca e lá fez festa

que no momento de ir embora, ficou, me segurou e não soltou mais

que toque…

não me solte nunca.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.