E, de repente, tudo muda!

Nascemos, crescemos, construímos as personalidades – pelo menos o que acreditamos ser – e seguimos vivendo. Tomamos caminhos, pegamos atalhos, fazemos escolhas, algumas vezes acertamos, outras porém, erramos e desta forma vamos acumulando experiências e aprendizados. Há seres humanos que conseguem estar atentos às mensagens que a vida envia e há aqueles que estão dispersos e/ou afundados em pensamentos e cobranças que só fazem por consumir o precioso tempo da vida.

Numa questão de segundos, tudo muda. Seja por uma perda familiar, por uma forte crise de ansiedade, pelo medo extremo de algo, por uma depressão ou pela simples cobrança desumana que fazemos a nós mesmos. É neste momento que não conseguimos agir muitas das vezes. Ficamos atônitos, confusos, nos questionamos o tempo todo, nos calamos, entramos em estado de sofrimento e somos atropelados por pensamentos negativos e desencadeadores de outros inúmeros pensamentos. Fato é que este processo pode permanecer com a gente 24 horas por dia e fazer com que a vida mude de maneira brutal. Quando não somos capazes de interromper este ciclo, corremos o risco de entrar em um processo de total distanciamento do Ser e criamos um corpo de dor que na maioria das vezes faz com que nossa frequência energética caia tanto que até mesmo a nossa imunidade é afetada. Sim! Podemos desenvolver doenças psicossomáticas em decorrência do nosso estado emocional e mental. Escreverei sobre estes temas em futuras postagens.

O mais importante a ser mencionado aqui é que tratando-se de Vida, temos a sorte de receber dela as repostas que precisamos para Reconhecer o nosso problema, Aceitar este e Buscar por ajuda, seja espiritual ou não. Tudo que favoreça a nossa evolução enquanto Ser Humano é visto por mim como Espiritualização. No entanto, esta expansão cada vez mais aparente na vida de inúmeras pessoas é conhecido como O Despertar. Despertar está diretamente relacionado ao autoconhecimento, ao reconhecimento do ego, ao encontro com a sua essência, à visão e compreensão do todo, ao não julgamento, à prática do Mindfulness – Atenção Plena, ao engrandecimento da vida material e espiritual, ao encontro da paz, do amor próprio, da felicidade, etc. Quando despertamos, acordamos para um mundo repleto de paz, gratidão, doação e troca. Além disso, afirmo que o maior presente que esta ação nos garante é: “Não sou quem eu pensava que era.”

Cada um terá o seu tempo de Despertar, e este tempo precisa ser respeitado. No entanto, cada um de nós tem o poder de mudar e evoluir. Processo está associado a Energia e por isso somos guiados a fazer a manutenção da nossa. Isso não depende de religião, mas de amor próprio e fé. Se o mundo ao seu redor é triste, busque levar a alegria a partir de si mesmo. Não trato aqui de uma busca pela perfeição, pois esta não existe. Falo sobre qualidade de vida, e esta depende apenas de você!

Paz e Bem!