É na crise que se mostra força!

Eu sei, a crise tá braba, né? Pois é, mas, se nos aprofundarmos neste status quo que nos encontramos, podemos racionalizar o óbvio.

Vivo e trabalho em uma região rica: Jaraguá do Sul é polo industrial multi-setorial e está classificada entre as dez melhores taxas de IDH (índice de desenvolvimento humano) do Brasil.

Tive a grata oportunidade de transitar profissionalmente por algumas das maiores marcas do estado de Santa Catarina, algumas nacionalmente reconhecidas e até algumas globais. Posso dizer, sem margem de erro, que estamos experimentando uma crise sem precedentes na história de nosso país. Esta maldita crise, provocada por políticos e empresários corruptos, gerou consequências drásticas para quase todos os segmentos de mercado brasileiros.

Porém, meus amigos (as), não é por esse motivo que devemos nos encolher e administrar nossas empresas em stand by, como a grande maioria dos CEOs está fazendo, não senhor (a)! É na crise que se mostra força!!!

Dentro do bojo de toda crise há uma oportunidade de negócios. É isso mesmo: apesar de tudo que está acontecendo por aí, há empreendedores inovando suas respectivas gestões e gerando produtos e serviços altamente lucrativos. Vocês sabem disso. Só falta a coragem necessária para ousar neste momento. É ou não é?

Gente, eu considero o (a) empresário (a) brasileiro (a) o (a) mais criativo (a) do mundo. Só tendo muito talento e perseverança para conseguir, com nossa tributação pesada e burocracia sem nexo, realizar uma gestão de sucesso. Agora, preciso salientar o que minha saudosa vó dizia: “… querido, fé em Deus e pé na tábua!”

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.