Ensino Remoto Emergencial: A Oportunidade da Escola Criar, Experimentar, Inovar e se Reinventar.

Estou assustado!

tyler-van-der-hoeven

Não estamos fazendo ensino ou educação a distância.

Estamos praticando um Ensino Remoto Emergencial (ERE)

Em cenários de incerteza, todos são novatos…

Este é um desafio imenso, um trabalho intenso, mas é a única opção.

Por isso insisto no termo: Ensino Remoto Emergencial (ERE).

Ensino Remoto Emergencial como uma mudança temporária da entrega de instruções para um modo de entrega alternativo devido a circunstâncias de crise

É fundamental que fique muito claro a todos que o objetivo principal nessas circunstâncias não é recriar um ecossistema educacional robusto, mas fornecer acesso temporário a estratégias de ensino-aprendizagem de uma maneira que seja rápida de configurar e entregar de forma simples e confiável durante uma emergência ou crise.

Cada aula será um experimento…

Gestor não cometa o erro de querer padronizar…

Se algum experimento durante a aula, ou mesmo que em uma aula inteira não dê certo, não importa.

A transformação da educação poderá ser o grande legado dessa crise.

--

--

Eu ajudo escolas e IES a implementar METODOLOGIAS ATIVAS e a fazer a TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ÁGIL com base nas melhores práticas e evidências científicas.

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Prof. Paulo Tomazinho

Prof. Paulo Tomazinho

Eu ajudo escolas e IES a implementar METODOLOGIAS ATIVAS e a fazer a TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ÁGIL com base nas melhores práticas e evidências científicas.