Saída.

Aquela colcha branca que eu derrubei bebida sem querer.

Saia da minha mente.

Aquelas mordidas fraquinhas seguidas de risadas.

Saia da minha mente.

O jeito como você conseguia arrancar meu sorriso fácil.

Saia da minha mente.

O jeito como eu conseguia arrancar seu sorriso fácil.

Saia da minha mente.

A forma como você me abraçou no nosso segundo encontro antes de eu partir.

Saia da minha mente.

A forma como eu não queria que o abraço acabasse.

Saia da minha mente.

As noites que a gente conversa até um ou outro pegar no sono primeiro.

Saia da minha mente.

Os dias inteiros em que não falamos mais.

Saia da minha mente.

Todas as coisas boas que eu já te falei e tu me falou só pra deixar o outro bem.

Saia da minha mente.

Todas as coisas ruins que um já falou pro outro pelo simples prazer de magoar.

Saia da mente.

O tempo passando e você virando uma lembrança que eu não queria que tivesse acontecido.

Saindo da minha mente.

O tempo voando e eu já não me importando mais com sua tristeza e nem com a minha.

Saindo da minha mente.

As bebidas que eu tomava só pra você sair da minha cabeça.

Tentando sair da minha mente.

As mãos que me tocavam e eu querendo que fossem as suas.

Tentando sair da minha mente.

O dia em que foi ensolarado e o tempo havia passado tão rápido.

Saiu da minha mente.

O dia em que vi teu sorriso de novo e me desmanchei.

Droga.

E aquele adeus doloroso sem despedida.

Voltando a minha mente.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated pb’s story.