Carta de despedida

Estou me preparando para me despedir de você. Vivemos muitos momentos juntos, bons e ruins. Soube mais da sua vida que qualquer outra pessoa que não compartilha do mesmo DNA que você. Soube dos seus medos e das suas inseguranças, dos seus fracassos e de que, no fundo, você é uma pessoa sozinha. E eu quis ser a sua outra metade. Por muito tempo tentei, e sei que você também tentou. Mas falta algo. Não sei explicar o que é. Parece que o Universo sabe de algo que nós, meros mortais, não podemos nem imaginar o que seja. Parece que ele quer evitar que isso que nós temos se concretize. É só essa a razão que eu vejo…

Saiba que eu sempre vou te amar. E vou torcer por você. Para que conheça todos os países que deseja e que finalmente se encontre na sua profissão. Que encontre alguém que te ame tanto quanto eu, mas que seja compatível com você e que ela fique. E que te faça feliz. Tão feliz quanto você merece.

Eu vou torcer de longe. Vou saber das suas novidades pelas redes sociais ou comentários de amigos em comum. Não é o que eu queria, mas acho que é a melhor coisa a se fazer. Por nós. Por você.

Se cuida. Se ame. Se coloque em primeiro lugar como poucas vezes você fez. Se valorize. Seja você mesmo e não mude por ninguém. Quem gostar de você, vai te aceitar com suas qualidades e defeitos.

Fique bem. Amo você.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.