If America Works, Jararaca no seco anda

Liberei

Pode comemorar! Chama o presidente da Febraban, o da CUT, da FIESP, MST, a dona Marisa, o Belluzzo, a Jandira, os coroné Barbalho, Calheiros, Sarney (sinhôzinho Supremo, máximo respeito), Newtão, Raupp, Jucá, Lobão (não me refiro ao roqueiro decadente, é o velhinho magro das Mina & Energia). Que turma! Faltou a galera das empreiteiras, o apoio inconteste da Unicamp e UFRJ, “los don corleonne” Cabral e Picciani, a UNE e os “cara pintada no poder”, esqueci de alguém? A oposição tucana implacável, da política Café com Leite, operadores do Helicoca e excelentíssimos doleiros. Ufa!! Podem comemorar! Churrascão tá confirmado lá na Granja do Torto.

É só chegar! Traz umas empreiteiras amigas, de confiança, não serve essas que vão deletar depois não hein? Uma cachacinha pra animar a festa! Mas quem vai financiar? O BNDES, é lógico. Mas não tem dinheiro! O Tesouro aporta. Mas não tem dinheiro! Imprime nessa maquininha aí, quem falou que não tem? A maquininha quebrou… Mas tem aqueles fundos de reservas em dólar, que tal? Senhor presidente, digo, senhor primeiro ministro, digo, senhor Jararaca, esses fundos são de emergência. São para resguardar o país em momentos de choques internacionais…

Tombini, Nelson… Eu fiquei muito tempo em casa desde que saí do Planalto. Marisa não quer mais que eu fale de política no botequim, nem passe as tardes por lá. Então eu fiquei vendo esse seriado aí que o povo fala que é do Cunha. E tive essa ideia. Vamos pegar os fundos de emergência e fazer o “PAC O retorno, versão Jararaca Underwood”.

Genial presidente! É isso que o Brasil precisa… Retomar o crescimento! Assim acaba o Morobloco! Assim o povo esquece de Pasadena, assim o povo esquece do Triplex… Pau na máquina!

Verba volant, scripta manent

“As palavras voam, os escritos se mantém”. Dizia o início do trecho da carta do mordomo. “Nesta história cheia de aventuras, só falta mesmo uma moral” escreveu o correspondente Thomas Fischermann do “Die Ziet”. Moral? Na política vale tudo. Se tudo der certo, da até para emplacar a Suzana Vieira como Dona Marisa na próxima minissérie da Globo…