o Manto Sagrado da FERROVIÁRIA de…Araraquara !

Pedrinho Renzi

Vestir o manto sagrado (como afirmam os torcedores da nossa gloriosa Ferrinha…), entre camisas novas feitas sob encomenda pela empresa Lupo S.A.(que leva o nome de Araraquara para Mundo…), também com alegre e jocosa presença do radialista, jornalista, comunicador e escritor/Memorialista da História social e dos ex-jogadores da Nossa Ferroviária ou Associação Ferroviária de Esportes em Araraquara, fundada em 12 de abril de 1950, pelos antigos Operários da antiga EFA, estrada de ferro Araraquara, ferrovia, trilhos, locomotivas e Ferroviária em 1966,67 e 68, com Bazani, Teia, Fogueira, Pio… E depois nos anos 80, com Marcão, Douglas Onça, com Sidney Alástico, com. Zé Rubens que veio de Olímpia, com. Matheus que jogou com Parada em 1961 e anos subseqüentes… com a falta de Osmar Volpe, o Pio, professor de educação física e ídolo de várias gerações esportivas, na série A-1 com direito a foto, no facebook e no twitter nas “tuítadas” feitas com os dribles de Milton Neves….que não se controlou com a Miss Araraquara, mais linda de sempre…ou mais linda da Torcida Grená!

Uma festa da Torcida Grená, coração Grená, da Afeganestão, da torcida camisa 12 dos torcedores e torcedoras que desejam que o atual elenco com Tiago Adan, com o goleiro Rodolfo e seu filho que foi ao encontro, com Wescley… com todos do elenco com Alcides, beque central que estará logo recuperado de contusão…com…todo o elenco sob a batuta do técnico Luso-brasileiro: Sergio Vieira, entre disciplinas,esquemas e aperfeiçoamento no ataque e na defesa….

A Ferroviária de Araraquara ou Associação Ferroviária de Esportes, desde 1950 veste o Manto sagrado, feito ou produzido nas cores Grená… Diferente em todos os sentidos, com os Patrocinadores e as empresas (Cutrale, Claro, Unimed, Move Mais…) assinam a volta da Locomotiva ou da Ferrinha! Na sua luta para permanecer na série A-1 e finalmente dar vitórias e conquista a toda a Torcida Afeana!

Viva o manto sagrado!

Viva a Ferroviária!

Viva o Coração Grená!