A Magia do Timeboxing

Pedro Henrique
Jul 16, 2019 · 4 min read

Uma das peças chaves do Scrum é o Timeboxing, a técnica de definir um limite de tempo para uma entrega. De fato, o Scrum usa timeboxing para tudo, limite de tempo no sprint, na planning, na retro, etc.

Meça seus minutos parça

Porque o Timeboxing Funciona

Existe uma coisa chamada temporal motivation theory, criada por Piers Steel e Cornelius J. König ela tenta explicar como a motivação de alguém para fazer alguma coisa muda ao longo do tempo. Por exemplo, se você tem que limpar a casa para uma festa no final de semana, segunda-feira é muito mais interessante ficar no Netflix, mas conforme a sexta se aproxima a sua motivação para começar a faxina vai aumentando até superar a vontade de ver mais um episódio de Stranger Things e te tirar do sofá.

Existe até uma formula que explica o funcionamento da motivação (e da procrastinação também):

Fórmula da motivação no tempo

Onde Motivation é o desejo de se atingir um resultado, Expectancy é a probabilidade de sucesso, Value é a recompensa pelo resultado, Impulsiviness é a sensibilidade do individuo ao atraso e Delay é o tempo até a realização.

No timeboxing a busca é otimizar essa equação para alcançar o objetivo de forma rápida e eficiente. Para isso é preciso adicionar um passo a mais que é a definição exata do resultado esperado, a famosa definição de pronto, DOD do inglês. Então definimos o que fazer, em quanto tempo e o que é a entrega.

Timeboxing nos eventos do Scrum

Como parte do Scrum todos os eventos geram um ou mais artefatos, essas são as definições de pronto. Eles também têm um tempo específico para acontecerem conforme a duração da sprint, veja:

Sprint

Por definição o sprint é um timebox de um mês ou menos em que o time deve entregar as tarefas definidas na planning. O tamanho do sprint vai servir de base para definir a duração dos outros eventos.

Sprint Planning

Durante a planning o time vai definir o que será entregue no final da sprint. Para sprints de 1 mês a Scrum Guide define que a planning deve durar no máximo 8 horas, para sprints menores podemos definir tempos proporcionais. Essa regra não é definitiva, o time em que trabalho usa sprints de duas semanas com plannings de duas horas, pela regra deveríamos ter plannings de 4 horas.

Daily

Independentemente do tamanho da sprint, a daily é um timebox de 15 minutos para cada período de 24 horas. Dentro da daily, os membros do time vão ter a oportunidade de acompanhar o desempenho do time e o quanto do planejado na planning vai ser realmente entregue.

Sprint Review

Um encontro para apresentar o que foi realizado na sprint, essa é uma oportunidade para reavaliar o backlog com base no feedback recebido dos stakeholders. Para sprints de um mês o tempo padrão é de 4 horas.

Sprint Retrospective

Fundamental para o aprimoramento do time a retrospectiva é um timebox de 3 horas para um sprint de um mês. No final da retro devem ser definidas ações para melhorar a qualidade do produto e do time.

Timebox Para Tarefas de Final Aberto

Uma tarefa com um final aberto pode bagunçar todo o andamento de uma sprint. Uma spike para entender um novo sistema de pagamento, por exemplo, pode ser rápida ou pode exigir o contato com outros times e até empresas terceiras para entender como tudo funciona.

Para manter esse tipo de tarefa sob controle, podemos definir um prazo para sua realização e um artefato a ser entregue no fim. Seguindo nosso exemplo do sistema de pagamento, podemos definir que a spike deve durar no máximo 6 horas e no final deveremos ter uma POC da integração.

Se ao final das 6 horas não tivermos a POC funcionando, teremos pelo menos uma indicação forte de onde conseguir as informações que ainda faltam. A sprint atual não será afetada, mas teremos novas tarefas no backlog para serem executadas na próxima sprint.

Conclusão

Entendo melhor como funciona nossa motivação em relação ao tempo e como o timebox funciona no Scrum, podemos criar usos para a ferramenta. De uma forma geral, o timebox vai te ajudar a realizar mais em menos tempo.

Não tenha medo de testar para coisas que você precisa fazer na vida. Desde limpar a casa até trabalhos para a faculdade, no Master Chef os pratos são feitos dentro um timebox e alguns ficam maravilhosos.

Quer mais conteúdo? Me segue no Twitter também :D

Pedro Henrique

Written by

Sou dev Full Stack, e não poderia ser diferente disso. Adoro explorar novas tecnologias da tomada ao css

More From Medium

Top on Medium

Top on Medium

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade