Será que a Bel Pesce aprendeu mesmo a lição?
Bru Paese
1.4K225

Concordo com sua opinião, Brunna Paese.
Eu, como empreendedor, percebi nos últimos anos esta “indústria” do empreendedorismo que surgiu, mas como o Augusto Tadeu Neves Frazã falou, como me dei conta disso, não despendi muito do meu tempo “bebendo” destas fontes.
É uma indústria mesmo, uma máquina de criar “personalidades” que estão aí ganhando dinheiro através de vídeos e palestras, proferindo dizeres inócuos e generalistas, sem se aprofundar em experiências mais praticas que de fato ajudem os empreendedores. Junto disso, também existem os empreendedores que acham que criar um negócio é fácil, que basta conseguir um investidor que tudo está garantido, que o sucesso virá rápido pois sua ideia já está bem “validada” pelo mercado. Não existe formula, não existe “bala de prata” no mundo dos negócios, este é o único clichê do empreendedorismo que vale a pena ser repetido incansavelmente. 
Gosto do Medium por que leio diversos artigos com boa profundidade em diversos temas (mais específicos para o segmento que atuo), que me ajudam a me inspirar e adaptar o que foi escrito para a minha realidade, infelizmente (para quem não fala inglês) os melhores conteúdos do assunto são em outras línguas. Importante é beber de diversas fontes, basear qualquer decisão em um só ponto de vista pode ser arriscado. Mesmo assim, nem sempre tudo isso será suficiente, as vezes temos que inventar outra forma de atingir nossos objetivos, por isso Empreendedores! Tomara que esta “indústria” ao menos consiga inspirar mais pessoas a empreender, pois precisamos muito disso no nosso país.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Pedro Galoppini’s story.