A retomada de Éder Sciola pode servir de exemplo ao Xavante na Série B

As dificuldades na Série B enfrentadas pelo Brasil não representam nenhum tipo de surpresa a ninguém. Mesmo com o crescimento exibido pelo time dentro de campo, às vezes a maré sobe perigosamente demais. E é justamente assim que o Xavante, assim como muitos outros clubes, está na tabela de classificação: com água até o pescoço.

Porém, um jogador dentro do elenco pode servir de exemplo ao grupo inteiro e à própria torcida do Brasil. Éder Sciola chegou em Pelotas no ano passado, após ser contratado junto ao Sampaio Corrêa. O clube maranhense foi o lanterna da Série B de 2016. Mesmo assim havia boa expectativa quanto ao futebol do lateral-direito.

Clique e curta a página do Xavante da Baixada

O desempenho, porém, não agradou. Alguns lampejos até podiam indicar que havia algo mais, mas os dias e os meses foram passando sem que essa expectativa fosse suprida. Com a chegada do técnico Clemer, porém, tudo realmente mudou para o lateral.

Éder Sciola é, hoje, um dos principais jogadores do Brasil. Apresenta características que coincidem com as que estão enraizadas no gramado do estádio Bento Freitas há décadas, cujas são responsáveis pelos momentos mais bonitos da história Xavante: raça, entrega, brio e força.

Jonathan Silva/assessoria GEB

A dedicação de Sciola dentro de campo é um de seus diferenciais

E ainda marca gols. Foi dessa forma que o Brasil obteve um importante empate fora de casa com o perigoso Vila Nova, sábado passado (30), encerrado em 1 a 1. O golaço de Sciola trouxe um pouco mais de fôlego ao clube após duas difíceis derrotas.

Para o clássico do interior gaúcho de logo mais contra o Juventude, às 21h30min, na Baixada em Pelotas, a superação de Éder Sciola pode ser uma das molas propulsoras para o time do Brasil, que tem pela frente uma complicada sequência com times que brigam arduamente pelo acesso. Um já foi, mas faltam três.

Carlos Insaurriaga/assessoria GE Brasil

Sciola é, com o perdão do trocadilho, o melhor lateral do Brasil

Não se deve temer a nada, porém. Louco é quem ainda ousa duvidar da perseverança e das reviravoltas promovidas pelo (jogador do) Grêmio Esportivo Brasil.


Originally published at espnfc.espn.com.br.