A completa liberdade criativa não existe.

Imagem de abertura do artigo, repetição de copos
Imagem de abertura do artigo, repetição de copos

Quais adjetivos você traria para qualificar nossa atual indústria? Por alto, encontramos adjetivos em comum pelos quais buscam: o sucesso imediato, a incapacidade de lidar com o tempo, o amadurecimento precoce e a incapacidade de sustentação. Aquele momento em que uma grande parcela da indústria ainda não entendeu o valor de uma experiência bem feita e do comportamento humano.

Dadas tais variáveis, a falta de personalidade vem me chamando atenção ao que se refere à criatividade e experiências (tanto digitais como não-digitais). Definitivamente projetamos para máquinas e dados e, não mais para o indivíduo — a entidade humana e suas…


Uma abordagem aliada a decisões táticas e estratégicas de negócios.

Foto meramente ilustrativa de um designer trabalhando
Foto meramente ilustrativa de um designer trabalhando
Photo by KOBU Agency on Unsplash

Quanto mais me aprofundo no mundo do design, percebo cada vez mais a incapacidade do designer argumentar sobre suas decisões quando chega-se a níveis executivos e de negócios. A falta de experiência no assunto e o desinteresse muitas vezes, mal defendidas ou sequer abordadas aniquilam um projeto, é fundamental um alinhamento eficiente em ambas camadas (usuário x negócio). Dito disso, resolvi trazer em pauta alguns princípios que definem isso e como designers poderiam entender suas decisões e defesas baseadas em um ponto de vista mais de negócios e não esquecendo do usuário. Quando um designer é capaz de preencher a…


Um pouco sobre a prática do design nos dias atuais.

Composição abstrata

Às vezes me pego lendo nomenclaturas, títulos e até mesmo cargos que a indústria criou para categorizar determinados ofícios que não fazem o menor sentido para mim; UX, UI, UXD, D-ops, Service Design, U-não sei mais das quantas. Uma confusão completa, desnecessária, por assim dizer.

Percebo que a função e o ofício do projetar o “design” perdeu seu propósito primordial, devido às mazelas de uma indústria imatura, cega pela renda, lucros e funcionalidades desnecessárias. Uma indústria que é seca pela inovação e de fato não entende qual problema está resolvendo.

Se pararmos para analisar o ofício do design, é algo…


Liderança, por incrível que pareça, está muito mais ligado a empatia do que poder.

Photo by Alejandro Barba on Unsplash

Quero com esse artigo expor um ponto de vista mais humano sobre a função da liderança, tentar fugir dos padrões já citados milhares de vezes em diversas plataformas, livros e revistas ao redor do mundo. E trazer um ponto de vista mais singular e humano sobre isso.

Há três anos, recebi meu primeiro convite para um cargo de liderança. Estava no meu 9˚ano atuando como designer e confesso que foi inesperado — porém, não foi uma surpresa. Ao menos para mim, meu caminho profissional apontava para isso.

Adoro essa posição de ser a voz de um time, de potencializar e…


Tive a oportunidade de morar e trabalhar na Holanda por 2 anos em minha vida, e confesso que foi uma experiência muito enriquecedora em diversos sentidos. Porém atemos aqui ao lado profissional. Durante esse período confesso que mergulhei em um cenário riquíssimo, onde o principal coadjuvante é o racional por de trás das soluções visuais assim desenvolvidas. Berço também de diversos ícones do design e arquitetura mundial como: Wim Crowel, Lars Spuybroek e Willem Hendrik Gispen. Tive a oportunidade de trabalhar com muitas pessoas competentes, visitei escolas como a Gerrit Rietveld Academie e diversos estúdios e agências Holandesas que abriram…

Pedro Julien

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store