‘Riosgoto’ Amazonas

Hoje eu tive um sonho.
Nele eu viajava para um lugar exótico
Pouco dinheiro, a mochila em estado caótico
Nadando num rio lindo, nada estranho

Me senti livre.

Acordei, e a realidade se mostrou mais clara
A liberdade havia acabado
O Rio Amazonas
Uma zona
Abandonado
Melhor dizendo
Infestado
De lixo e esgoto
Já eu desgostoso
Me deparo com o que “nunca havia previsto”
Sem que sequer tenhamos visto

Transformaram o Rio
Num depósito
De suas ganâncias
E de nossas tão injustas
Ignorâncias.

P. Prado

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.