Manifesto de um Relacionamento

Relacionamentos são difíceis por sua própria natureza, o ser humano é assim como muitos outros animais e extremamente sociável, e precisa se manter em relacionamentos para sobreviver, mas isso acontece como sociedade, o mesmo não acontece com uma única pessoa.

A questão está que o relacionamento é simples em sua cerne, enquanto o ser humano é complexo, e tem a habilidade inata de complicar as coisas, o primeiro ponto do aumento de complexidade em um relacionamento são os erros, que estão perdidos em mal entendidos, mentiras, medos, ignorância.

Admitir que esta errado é algo complicado de se fazer, e talvez mais ainda de perdoar, no entanto necessário para manutenção do carinho e afeto, mas como não destruir algo tão delicado e frágil como o amor? Como fazer algo que seria perfeito se não houvesse a falha humana dentro desta equação? É difícil através da lógica encontrar respostas que solucionem a espiral descendente que um erro causa e dos erros subsequentes que o anterior trouxe.
Buscar em seus sentimentos soluções para tal pensamento é ainda mais difícil sem o auto-conhecimento e conhecimento de quem ama, mas somos todos seres humanos e falhos por natureza, complexos demais para sermos compreendidos por inteiro e com a habilidade natural de sermos falhos. O amor deveria ser menos romântico, deveria ser mais racional, e ultrapassar o fato de querermos vencer nossa solidão e tristeza, aquela busca incessante que nos acomete enquanto não temos alguém que nos complemente de alguma maneira, e o pior a dúvida que nos corrói quando temos alguém e não sabemos se é a pessoa certa ou não.
Até porque as falhas que até então são individuais passam a ser falhas do casal e que pesam num relacionamento como uma mochila de esponjas na água e se tornam tão pesadas que o relacionamento se quebra como um galho com muitas pessoas sentadas em cima, é difícil manter um relacionamento sem realmente amar e é difícil manter o amor sem realmente perdoar.