Estética “Anos 2000” no cinema.

Os anos 2000 foram marcados por uma característica estética presente na maioria de seus blockbusters, principalmente de super-heróis, que estavam começando a ganhar um espaço maior nas produções de Hollywood. A caracterização é o principal ponto em comum entre os filmes, que junto com alguns takes davam a cara 00' aos filmes.

Talvez o filme que mais me faça lembrar dessa estética seja, “X-men” lançado em 2000 pelo diretor Bryan Singer.

Muito couro! Hahahahahaha

Foge muito da estética clássica dos quadrinhos, mas tenta da um tom diferente para o cinema, o que é bastante válido. Esse foi talvez o começo da exploração de filmes de heróis, que teve alguns filmes medianos, outros péssimos. Talvez o ponto alto e marco inicial das franquias de sucesso seja o filme “Homem de Ferro” de 2008 dirigido por Jon Favreau.

O filme tem uma cara diferente dos outros filmes de heróis lançados antes, e tem uma proposta muito mais cômica e divertida.

Mas voltando ao couro, outro filme que tem uma estética parecida é a franquia “Blade”. O primeiro filme foi lançado em 1998, mas já mostrava como seria a cara dos futuros blockbusters.

A trilogia “Blade” é repleta de escuridão e couro, mas é aceitável, já que se trata de um filme sobre vampiros. Mas não deixa de ser engraçado.

Outro grande exemplo é o péssimo “Demolidor” de 2003.

O filme traz o herói cego, interpretado pelo ator Ben Affleck. É uma tragédia, talvez o pior filme de super herói. Não vale nem comentar.

Outro filme que tem a mesma característica é o “Justiceiro” de 2004.

A história do anti-heróis por si só já é obscura, então esse tom combina com o filme. Mediano, dá pra assistir sem se arrepender depois. Filme que traz John Travolta como vilão.

A maioria dos filmes que envolvem essa estética são de super-heróis, talvez esse era o pensamento de modernidade estética, muita escuridão e couro. Mas temos alguns filmes que outros gêneros que também deram o tom.

Talvez um dos meus favoritos, “Matrix” de 1999, revolucionou o cinema com seus efeitos especiais e com uma trama muito bem escrita. Algo que não se repetiu nas duas sequências.

Adoro como eles brilham hahahahaha.

Um dos melhores filmes do gênero Sci-Fi, que também tem muita ação. O filme trata de um hacker que seria o “escolhido” para salvar a humanidade do controle das máquinas, novamente o tom se adéqua ao filme.

Nos anos 2000 podemos ver como as grandes companhias de filmes estavam apostando em sequências, acreditando em suas franquias.

“Resident Evil” lançado em 2004 é o inicio da franquia bem sucedida dos vídeo games, franquia que será finalizada em 2017, uma longa jornada, que teve alguns pontos altos, mas que se perdeu em sua própria estética.

Existem outros diversos filmes que seguem o mesmo padrão, mas esses são os que me veem à cabeça. Ainda bem que o cinema mudou…

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.