Muita

Se pudesse, passaria por satélite mental toda a atividade de detecção e expressão que meu cérebro assimila quando toda a beleza do mundo se torna puramente compreensível. Quero engolir o mundo e guardá-lo dentro de mim, perto do mesmo lugar que me enviou a reação da repentina felicidade que a alma se enche quando a minha primeira visão do dia é a mesma de diferentes evoluções. O dia é ordinário, as cores continuam a envelhecer diante da instabilidade pitoresca que é viver mais perto do céu. E é lindo. Há muito amor em mim. Não é uma troca, uma responsabilidade, encontro marcado. Simplesmente existe muita felicidade.

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.