sobre cursar um mestrado em inglês

fazer um mestrado em jornalismo em inglês é difícil, deveras difícil. porque jornalismo é palavra, mas não qualquer palavra: é a palavra precisa no momento certo — se não for assim é ficção, poesia ou outro gênero. então me vejo quase todo dia tendo que transpor a fluidez e a facilidade com que escrevo em português para outro código linguístico.

várias vezes não funciona e acabo optando por sentenças menos coloridas, de menor riqueza vocabular, embora ainda suficientemente informativas, porque preciso passar a mensagem e não há tempo para pesquisa. isto é um pouco frustrante, já que gosto de brincar com a língua, mas por outro lado aprendo muito e fico feliz de ver que os professores de texto, americanos natos e jornalistas reconhecidos, me dizem que minhas matérias têm fluidez.