Design criativo

“Plagio é copiar toda uma ideia, criatividade é copiar um pouco de várias”.

A citação acima é certamente uma frase controversa, capaz de gerar uma boa discussão sobre o processo criativo de uma obra. Afinal a criatividade é algo inato, genial ou nasce com trabalho duro e aprimoramento da percepção e repertório inspirativo do indivíduo?

Como um suspiro de esperança para aqueles que parecem terem nascido incapazes de desenhar sequer um boneco palito (eu por exemplo), há um tempo atrás, antes de sua morte, um grande mestre Jedi do design, disse algo que corrobora com a citação:

“Criatividade é apenas conectar coisas”.

O autor da ultima frase acima, foi o Steve Jobs, alguém que dispensa apresentações. O fato é que a lógica do falecido tio Steve, alivia um pouco a alma cansada daqueles que só viam túneis no fim de cada luz do web design, pois a capacidade de criar um design atraente e inovador para um site, usando html, css e javascript, parece não ser necessariamente algo divino, sublime, inato, é algo que pode e deve ser construído pouco a pouco no seu subconsciente, através da observação de várias peças, ideias e insights alheios. Entretanto as vezes falta repertório ao desenvolvedor web para desenvolver a sua criatividade através dessa tal observação.

O desenvolvimento da criatividade

Uma boa parte dos cursos da área de TI simplesmente não tem uma grade disciplinar que atende aos requisitos para formar desenvolvedores capazes e motivados à construir sites inovadores com designs atraentes e inteligentes. Faltam algumas disciplinas de design, para que o desenvolvedor possa aprender a utilizar de maneira correta, fontes, paletas de cores e consiga alinhar elementos em um dado layout.

E sendo eu, um jovem padawan (um graduando) do curso de Sistemas para Internet, me gerou um certo desconforto me observar futuramente assim. E por essa questão, resolvi ir atrás de maneiras de suprir essa deficiência. Então se você ainda é um padawan também ou até mesmo um cavaleiro Jedi do desenvolvimento web, mas está empacado no pântano do bloqueio criativo, e quer desenvolver a sua criatividade, eis aqui um repertório de sites que podem te ajudar a sair do arroz com feijão dos layouts, para que você não apenas consiga criar sites, mas desenhá-los de uma forma que você queira emoldurá-los e pô-los na sala de visita.

1° — Dribbble

Ele é uma comunidade de designers que aglomera shots (pequenas screenshots) enviadas por web, logo e graphic designers, ilustradores, tipógrafos e outros de suas respectivas criações. Algumas shots podem conter o conteúdo gráfico completo de um site, mas na maioria das vezes é apenas uma parte de uma página específica do mesmo, uma capa de uma revista ou um trecho da interface de um programa. Enfim, se o objetivo é construir um mapa mental de opções de design, o Dribbble funciona como um quebra cabeça de várias peças construídas por autores distintos que podem te ajudar e te inspirar à criar aquela parte específica do seu site, cujo bloqueio criativo vem te assombrando.

2° — Behance

Assim como o Dribbble, ele também funciona como uma comunidade de designers, porém nele, o foco é mais na exposição de projetos completos. Geralmente as postagens são muito detalhadas a respeito do processo criativo da página, passando pelo desenvolvimento do esqueleto (wireframe) do site, pela composição da logo, da fonte, e etc. Tudo isso contribui no desenvolvimento do senso de harmonia que deve haver entre paleta de cor, tipo de layout e estilo de fonte em relação ao conteúdo do site e o público que se deseja atingir.

3° — Awwwards

“A premiação que reconhece o talento e esforço dos melhores web designers, desenvolvedores e agências do mundo.”

Esse é de fato o meu preferido, pois além das funcionalidades dos outros dois citados, ele é uma comunidade específica para criadores de sites que julga e premia os melhores do dia, do mês e do ano, então há um filtro mais preciso nele que me garante que tais sites passaram por um crivo de profissionais da área e as suas notas médias lhes conferiram um lugar de destaque entre até mesmo outros sites fantásticos, repletos de inovações em animações, funções, recursos da web, interatividade, e claro, design.

Nele é possível além de observar a nota e as screenshots dos sites vencedores ou nomeados, acessar os mesmos e conferir na íntegra todos os recursos e a aparência do mesmo. Lá também é possível filtrar o tipo de inspiração que você procura, há filtros por cor, categoria (Arquitetura, blogging, e-commerce e etc), tags (CSS3, angularjs, animation…) e outros.

Outras menções honrosas

Com o boom das redes sociais, é possível encontrar até mesmo no facebook ou instagram, diversas páginas onde são postadas regularmente peças de criações web fantásticas como o welovebranding ou o uidesignpatterns. Há também um outro premiador de sites fantástico, cuja a funcionalidade é semelhante ao Awwwards, no caso, o CSS Design Awards.

Enfim, há diversos sites onde é possível por meio da observação, desenvolver sua criatividade, e além disso é importante notar que, as vezes uma boa ideia de design vem das observações mais aparentementes sem sentido, então esteja atento a tudo: produtos, embalagens, roupas, paredes, ruas, carros, players, cartazes. Absorva tudo, mescle e crie.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.