Desafie você mesmo!

Acho que foi há alguns dias atrás que eu li, em algum lugar, que empreendedores estavam começando um movimento que consiste em fazer coisas novas por pelo menos uma vez por dia, ou algo do gênero. Claro, chega a ser até exagero. Mas faz todo o sentido do mundo. Olha só.

Quando olho pra trás e vejo o caminho que trilhei, vejo claramente que muitas coisas que me propus a fazer nunca haviam passado pela minha cabeça. Logo que saí da faculdade, por exemplo, onde adorava fazer rádio, apesar da minha voz anasalada, fui convidado a criar, veja bem, criar um jornal. Tá certo, era uma cidade do interior, seria um pouco mais "fácil", mas a proposta era imensamente proporcional ao meu conhecimento de diagramação, criação de marca e coisas do tipo. No entanto, o cara que me pediu tal coisa era um grande empreendedor, que já possuía uma rádio, um espaço na tv e uma revista de turismo. Fui sem nem mesmo pensar. E sabe o que aconteceu?

Assumi que esse desafio seria um divisor de águas entre eu universitário e eu profissional. Bati no peito, fui pesquisar como se fazia um jornal, me juntei com uma colega sensacional e rumamos para o desafio. Criamos a marca, o processo de fluxo das informações, planejamento de criação das páginas e a distribuição. E veja bem, teríamos que participar de TODO o processo, até mesmo da entrega dos jornais pela costa gaúcha. Esse desafio me rendeu, além de acontecimentos inesquecíveis, noites viradas, risadas, cansaço e, muitas vezes, estresse, uma vivência incrível. E junto a isso, CONHECIMENTO. Vivenciei na prática tudo aquilo que havia ouvido na faculdade, mas isso só foi possível porque me desafiei. Ou seja, decidi fazer coisas diferentes, todo dia, mas para um único propósito.

A dica é fazer o mesmo na vida, no trabalho, no lazer, sei lá. Desafiar um pouco a si mesmo. Sair do "E se" e viver o "Fiz e foi sensacional" ou "Cara, não deu certo, mas ganhei um pouco mais de conhecimento".

E o jornal? Continua lá, desafiando outros aventureiros. ;)

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.