"Vamos fazer?" ou "chega de medo!"

Já escrevi aqui que a gente precisa se desafiar e ser desafiado pra crescer, conhecer coisas novas e até para mesmo para curtir mais a nossa jornada. Afinal, não estamos nessa vida apenas para passar por ela, né? E foi o que aconteceu comigo nestes dias. Recebi um convite muito bacana para contar um pouco da minha trajetória até o POAdigital e, claro, sobre as loucuras que já fizemos até aqui. O evento em questão é o SouWebPel, ou como carinhosamente é conhecido "SWP", e que está em sua 6ª edição.

Então imaginem a responsa… E pra completar, tinha um detalhe, sou tímido pra caralho pra falar em público, apesar de não parecer para os que já me conhecem, e nunca tinha me apresentado na minha vida. Ou melhor, até já fiz um pitch no Startup Weekend que teve aqui em POA, mas o ambiente era outro, um pouco mais descontraído. Bom, pressão pegou.

E daí veio o medo, aquele sentimento de não sou capaz e daí já viu. Mas antes que eles tomassem conta de mim decidi levantar a cabeça e começar a fazer a apresentação. E como foi bom isso. Comecei a refazer todos os meus passos, de como sempre corri atrás do que eu gostava, de como sempre meti a cara, fucei nas coisas, fiz. E ainda tava fazendo, veja só! Aí o medo foi sumindo, foi se transformando em certeza, em coragem, em vontade de fazer ainda mais.

Claro, na hora do evento a perna tremeu, hehehe. Mas, lá estava eu, falando, contando um pouco da minha trajetória e feliz demais por trocar essa experiência com as pessoas. E depois ouvir o feedback, ouvir os feras que estavam lá também, cara, que sensação ótima!

Bom, preciso agradecer a todo o pessoal todo que me acolheu lá, principalmente o Leonardo Branco, que organiza o SWP! Cara, parabéns pelo trabalho e pela dedicação. Que tenhamos mais pessoas como tu pra inovar e pra compartilhar o que está acontecendo por aí!

E como já escrevi, a vida é isso mesmo, é se desafiar, é fazer as coisas diferentes todos os dias, se renovar sempre! Então levanta e vai fazer acontecer aquela idéia que tu queria, escrever aquele texto que tá na tua cabeça ou a viagem que tu sempre quis. ;)

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.