Quando eu tiver 35

Espero ser talentosa
Pra fazer arte e comida gostosa.
Pão de queijo, cuca…
Ou mesmo nega maluca.
Maluca? Um pouco, por que não?
Faz bem de vez em quando sair do chão.

Quero que meus filhos olhem pra mim com orgulho
E tenham fé em cada cada plano que mergulho.
Porque mesmo que nenhum dê certo,
Sei que eles estarão por perto
Pra rir ou chorar
(Ou preparar aquele brigadeiro esperto).

Ter um bom coração está nos planos,
Ser generosa e doce com os amigos ou estranhos.
DOCE? Um estoque de leite ninho!
Melhor que isso só um óculos de gatinho
Jovial e descolado
Porque mesmo com 35 vou manter esse meu lado.

Quer ter uma estante de livros
(Não necessariamente lidos).
E muitos ou poucos,
Quero uma coleção de cofres de porcos.

É assim que eu quero ser
Com felicidade, amor e ateliê
Quero ser como você
Quando eu tiver 35.

Para Daniella

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Pietra Rodrigues’s story.