Retrovisor

Já parou pra pensar como retrovisor é um treco engraçado? Não?! Deixa eu te explicar.

Primeiro, você precisa ter três disso, para ter certeza que olha para o que deixou de lado e o que ainda está atrás. Mas nem todo carro tem o mesmo retrovisor, e ai você logo se embanana quando tem que ver pelas lentes de outra pessoa. Alguns veem com uma lente de aumento, outros quando decidem voltar alguns passos abaixam o retrovisor. O ângulo muda para cada um.

Dificilmente você vai entrar num carro que não é seu, olhar para o retrovisor e não querer ajustar para que ele funcione do seu ângulo. Afinal, enxergar o que ficou para trás na lente de outra pessoa é complicado, ou dependendo da diferença, é como andar as cegas.

Apesar de andarmos sempre para frente, precisamos constantemente olhar para o que está atrás. É que precisamos de clareza do que abandonamos ao cruzar cada caminho, e também notar o que vem voltando na sua direção, para ter certeza de desviar ou abrir espaço para andar novamente no seu lado, o no seu futuro.

Você pode até tentar andar sem um deles para te guiar, mas se não olha para o que deixou para trás naquele lado, nunca saberás se pode entrar de novo naquela rua, nunca vai ter confiança se ta tudo seguro.

As vezes, mesmo com esse aparato todo não notamos que o que precisamos, que quem procuramos, que o que queremos está exatamente atrás de nós. Dando seta, cortando luz, chamando sua atenção. Tudo isso por que decidimos ignorar o que está no retrovisor e só prestar atenção no que temos a frente.

Na real, esse treco de retrovisor não é bem engraçado, ele é necessário.