O que significa a sigla LGBTQ+ e quais são as outras siglas utilizadas?

O ano é 2018 e você ainda ouve alguém falar “GLS”. Eu fico agoniado só de pensar, parece que voltei para os anos 2000 e aquele celular de tijolão ainda é uma novidade. Pois é.

GLS era frequentemente utilizado no Brasil para categorizar produtos, serviços e até eventos como “espaços gays”. A ABGLT(Associação Brasileira LGBT) acredita que o termo GLS é excludente porque ignora diversas orientações sexuais e identidades de gênero, além de colocar o ‘protagonismo’, de certa forma, nos gays.

“há alguns anos a sigla LGBT passou a ser adotada, por englobar também bissexuais, travestis e transexuais e trouxe o L, de lésbica, como letra inicial para destacar a desigualdade de gênero que também diferencia homossexuais femininas e masculinos.” (fonte)
(via twitter)

O Significado de LGBT

Atualmente o termo LGBT é o mais utilizado, representando: lésbicas, gay, bissexuais, travestis e transsexuais. O termo foi aprovado no Brasil em 2008 em uma conferência nacional para debater os direitos humanos e políticas públicas de gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transsexuais. (fonte)

O que é o Q de LGBTQ+?

Queer pode significar muitas coisas; não é sobre uma orientação sexual específica ou identidade de gênero, é sobre se identificar como algumas das letras da sigla, mas também fazer parte de todas elas. Confuso? Queer engloba todas as orientações e identidades, sem se especificar em apenas uma delas. (fonte)

Por muito tempo o termo “Queer” foi considerado algo ofensivo (e ainda pode ser), por isso não devemos falar que alguém é “queer”, mas sim que ela se identifica como Queer — assim focamos na pessoa em primeiro lugar e sua identidade como uma particularidade, não fator principal.

LGBTTTQQIAA?

Bom, você já deve ter visto essa sopa de letrinhas e deve ter ficado confuso. Por isso, trouxe a descrição desses termos para você ficar por dentro.

Lésbica: Mulheres que sentem atração romântica ou sexual por outras mulheres.
Gay: Homens que sentem atração romântica ou sexual por homens. O termo também pode ser utilizado para mulheres homossexuais.
Bisexual: Pessoas que sentem atração (afetiva ou sexual) por ambos os sexos.
Transgênero: Pessoas que não se identificam com seu sexo biológico e estão em trânsito entre gêneros.

Transsexual: São pessoas que se identificam com um sexo diferente do seu nascimento. Por exemplo: uma pessoa que nasceu homem, mas se identifica como mulher, é uma mulher transgênero.

2/Two-Spirit (Dois Espíritos): Utilizado por nativos norte-americanos para representar pessoas que acreditam ter nascido com espíritos masculino e feminino dentro delas.

Queer: Pode ser considerado um termo “guarda-chuva”, englobando minorias sexuais e de gênero que não são heterossexuais ou cisgênero.

Questionando: Pessoas que ainda não encontraram seu gênero ou orientação sexual — estão no processo de questionamento, ainda incertos sobre sua identidade.

Intersex: É uma variação de características sexuais que incluem cromossomos ou orgãos genitais que não permitem que a pessoa seja distintamente identificada como masculino ou feminino.

Assexual: É a falta de atração sexual, ou falta de interesse em atividades sexuais — pode ser considerado a “falta” de orientação sexual.

Aliado: São pessoas que se consideram parceiras da comunidade LGBTQ+.

Pansexual: É a atração sexual ou romântica por qualquer sexo ou identidade de gênero.

Usei este link como guia para a descrição de cada letra.