A principal lição revelada pelas delações da Odebrecht que pouca gente entendeu
Leandro Ruschel
47833

Muito bom artigo e excelentes reflexões. Alexander Soljenítsin, o famoso escritor da URSS, do século passado, expôs, em sua obra, “a Nomenklatura”, essa vulnerabilidade do Socialismo que iria “implantar o Paraíso na Terra”, quando tivesse o poder nas mãos, e o teve, na URSS, podendo colocar em prática todas as soluções para as mazelas do Capitalismo. O Socialismo chegou ao poder na URSS dentro da pregação de que, no Capitalismo, são as elites que governam em prol dos seus interesses, esquecendo o povo e de que, se não houver um poder de fora governando (concentração de poder), sempre os economicamente mais poderosos explorarão os mais fracos. Soljenítsin simplesmente disse o seguinte: “Vocês viviam dizendo que, quando assumissem o poder no Estado, eliminariam as classes exploradoras, e o mundo seria então um Paraíso, mas o que fizeram foi somente substituir uma classe exploradora por outra. Saíram de cena, os grandes industriais, os banqueiros, “os patrões”, etc. e entraram o Partido Comunista com toda a sua hierarquia e seus apaniguados, cujo tratamento, pelo Estado, era diferenciado e privilegiado e não o mesmo dispensado ao povo”. Por isso ele foi ferozmente perseguido pelo Estado soviético, que somente não o eliminou fisicamente por causa da intervenção da opinião pública internacional, que exigiu a sua libertação e exílio posterior nos EUA.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Plótino O Neoplatônico’s story.