Salada em pote

Já falamos em nosso Manifesto que somos parte da #TurmaDaMarmita. Pra onde vamos, preferimos levar nossos potinhos com comida. Além de muito mais barato, não tem nada melhor que saber a procedência do que comemos, com nosso tempero, nosso sabor, nosso carinho.

Há algum tempo andei pesquisando sobre salada em pote e resolvi fazer. Pra não ficar usando descartáveis, comprei estes potes na Casa&Vídeo. Vedam super bem e mantêm a salada fresquinha por até 3 dias na geladeira.

Nessa que preparamos, temos duas grandes estrelas: o molho (que tem sempre que ficar por baixo) de trigo em grão e cogumelo Paris, e um purê de batata baroa que., ao invés de usar leite, usamos ricota e agrião processados — manteve o sabor da baroa, e adicionou a ardência do agrião.

Montamos ela da seguinte forma:
- Molho de trigo em grão com cogumelo Paris e azeite;
- Palmito picado;
- Cenoura;
- Purê de baroa com ricota e agrião processados;
- Tomate cereja;
- Pepino;
- Alface americana;
- Queijo mussarela light ralado.

Pra vocês terem ideia da economia, num outro dia, vimos num mercado um pote com salada pronta. O preço variava entre R$ 18 e R$ 20. Como decidimos fazer em casa, compramos trigo em grão (R$ 4,50), legumes e alface americana (R$ 18) e palmito (R$ 8,90). Além destas duas porções da foto, ainda sobrou uma e mais um tanto de legumes (que guardamos na geladeira e certamente vão servir para outra receita). Ou seja, com pouco mais de R$ 30, fizemos saladas maiores e com mais variedade que as que são vendidas prontas.

Vale ou não vale a pena ser #TurmaDaMarmita?