Few weeks ago I read Femke’s post and I thought, why not write my own?

5 months ago I turned 25 years old, a quarter of a century, probably a third of my life and that struck me a bit because a LOT has happened in this 25 years; I’ve been designing internet stuff for almost 10 years, I moved countries, I bought a house, I’m getting married… a lot of things, so I decided to do this 25 things at 25 which are some things I learned along the journey of becoming the adult I’m right now.

TL;DR I…


ou: a perspectiva de um designer sobre o ReactJs

Read in English

Nas ultimas semanas o tópico mais falado entre amigos da área de tecnologia era o famoso ReactJs, algumas pessoas dizendo o quão bom ele é e outros dizendo que Angular é melhor, mesmo que cada um tenha uma função diferente. Depois de algumas discussões com o amigo e colega de trabalho Weslley Araujo eu decidi me aventurar com ReactJs.


Achieve design consistency through code

or: a designer's perspective on ReactJs

Read in Portuguese

In the last few weeks a major topic amongst all my friends in tech was ReactJs, some people saying how good it is, some people saying Angular is better, although they are completely different things. After a few discussions with my friend and colleague Weslley Araujo I decided to give ReactJs a try.


O inimigo não é o sobrinho.

Pra começar: nunca dei muita importância a regulamentação da profissão de Designer por uma série de motivos (antes de jogar pedra, termine de ler por gentileza). Muitos usam como argumento que essa regulamentação faria com que os salários magicamente aumentassem, pois somente pessoas com formação (ou experiência equivalente) poderiam adentrar o mercado de trabalho como Designers, sendo assim eles colocam a culpa nos "sobrinhos" pelos baixos salários e o não reconhecimento da profissão. Concordo plenamente que algo deve ser feito para que nos reconheçam como um profissional sério e de grande valor pra sociedade…


Achei que nunca ia achar, mas achei.
Achei alguém pra falar, pra ouvir.
Achei que você nem existisse, mas achei.
Achei que eu teria que te construir, assim, meu Frankenstein.
Achei você por aí, como quem acha uma moeda.
Achei até estranho por não ver ninguém a procurar.
Achei linda.
Achei que nunca ia conseguir te ouvir dizer meu nome.
Achei até que você nem sabia que eu existia.
Achei que nunca ia conseguir chegar mais perto do que um abraço amigável.

Achados. &. Perdidos.

Perdi o que eu não tinha tempo pra perder. Perdi o ponto. Perdi o rumo…


Waldeinsamkeit. Palavra em alemão que descreve o sentimento de estar perdido em uma floresta.

Ninguém vai te contar que ao tentar realizar teu sonho muita gente vai falar que você não é capaz, vão duvidar.

Ninguém vai te contar que você mesmo vai duvidar.

Ninguém vai te contar que ao brigar por seus sonhos muitos dos que você julgava serem seus amigos vão te decepcionar.

Ninguém vai te contar que você não vai nem ter o direito de ficar triste por isso, afinal, olha onde você está. Não pode reclamar.

Ninguém vai te contar que vão mentir olhando nos teus…


de novidades, felicidades, tristezas e surpresas.

“E aí cara, como estão as coisas por aí?” Esta é uma pergunta recorrente dentre meus amigos e familiares, então decidi escrever sobre isso, me inspirando no texto do Leo Balter sobre a mudança dele pra Boston.

Sempre fui do tipo de pessoa que tinha uma paixão platônica com viagens, nunca tive tempo ou recursos suficientes para sair viajando por aí, mas sabia que era uma coisa que eu queria muito. Eis que tive a maior oportunidade da minha vida. Me mudar pra Amsterdam para ser UX Designer na Booking.com

A chegada.

Cheguei em Amsterdam no…


Mas aprendeu as regras do jogo.

Todo mundo falava com Paulo que a vida dele era ótima, afinal de contas ele estava sempre sorrindo. Um dia desses ele disse a um amigo que estava triste, com um certo problema e imediatamente o amigo retrucou “Mas tem gente com problemas muito maiores por aí, e você vai chorar por isso?” …


We are responsible for something more important than profit or success: the well being of our users.

We all have been through problems and crisis in life, relationships, deaths, deceptions, people that left us behind, but all these things have something in common nowadays, they are all on our social networks.

When creating a digital product we struggle to have users so we can learn with them how to improve our product and make more profit out of their personal informations, that's the true in some cases. I see no harm on this, because we are selling a faceless data…


Texto originalmente publicado no Publiminas em 29 de abril de 2014.

Como todos sabem, sempre trabalhei com Design Digital mas hoje em dia o que caracteriza o Design Digital? Se engana quem acha que digital é apenas internet.

Na coluna desta semana vamos falar sobre o Google Glass, dispositivo promissor do Google que promete mudar a forma como consumimos e produzimos conteúdo digital.

Pay-Per-Gaze

O device que fez o mundo prestar atenção nos novos Wearable Devices (Dispositivos vestíveis) foi sem dúvida o Google Glass e com ele vieram as discussões acerca de sua real utilização, como as pessoas vão utiliza-lo no…

Pedro Marques

I think fast, I talk fast, I solve problems. Lead Product Designer at Adyen.com

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store