Sobre a ansiedade como doença

Para começar a entender a ansiedade você precisará saber que:

Você vai deitar na cama, com seu corpo cansado, ou exausto, e seu cérebro será uma criança brincando no parque. 
Que vai olhar por longas horas o teto. 
Invente. Conte. Cante. Escreva. 
Se seu cérebro continuar te atrapalhando com uma quantidade exagerada de pensamento simultâneo: Respire.
Seu coração vai bater/pulsar tão rápido, tão forte, que as vezes você vai achar que ele parou, outras que vai explodir.
Que, do nada, você vai estar num lugar com pessoas conversando, pode ser um restaurante, e as vozes irão soar diferente na sua cabeça, você vai sentir algo estranho em seguida, lagrima, tensão, tremor: É só uma crise de pânico, respire. Deixe ela vir. Em seguida passa.
Talvez você irá fazer uma tarefa simples, como escovar os dentes, e quando terminar, não vai estar enxergando nada. Por sorte você vai conseguir chegar no quarto do lado pra pedir ajuda. 
Respire.
Você não vai sentir fome as vezes. Vai tentar comer, por saber que precisa, e seu corpo irá rejeitar. Nojo. Enjoo. Vomito.
Por algumas outras, você não vai estar aguentando comer, mas algo insiste que você quer aquilo.
Por vezes você vai esquecer das coisas. Não se preocupe. Você pode anotar. Não se culpe ou exija isso de lembrar.
Algumas vezes você vai ter tanta dor muscular que não vai existir analgésico pra aliviar. 
Tenta uma massagem com profissional. 
Vai ter as infinitas vezes que você não vai querer sair da cama. Encarar sua mãe. O mundo. Talvez você vai conseguir, por um esforço, se levantar e Sair. Tudo bem se acontecer de não. No outro dia você tenta. Talvez algumas horas depois.
Você vai sentir uma carga de emoção muito alta. Se for choro, que seja ate soluçar. Se raiva, fale ate babar.
Sério, escreva!
Você vai ficar por muitas vezes tão estressado com tudo e todos que talvez não saberá lidar: Respire. Eu sei que é chato. Mas tente.
Você poderá se tornar um monstro pra quem convive diariamente com você. Muito irritado. Ignorante. Áspero ao falar.
Em contrapartida talvez pra quem não te conhece, você será a pessoa mais feliz e animada que já teve.
Acontece.
Você vai perder o interesse por muitas coisas, parece banal, mas a vaidade é a primeira delas e talvez a mais marcante. 
Você também vai criar interesses por outras coisas. Talvez por meio de compulsão ou obsessão, e não vai notar até te fazer mal. Até descobrir.
Vai existir algo bom que te ajudará. Agarre-o. 
Embora seja horrível ouvir isso nessas horas que você é controlado pela ansiedade, VAI PASSAR.
Poderá levar dias, meses, anos. Não é pra te desanimar. Acontece. 
Você poderá tratar com medicação e ter resultado. Mas existe a possibilidade de não achar a medicação correta. Vai ser difícil. Você pode optar depois de algum tempo por outras alternativas. Psicologo é muito bom. Algum exercício. Talvez você descubra um hobby novo.
Alguns dias você vai ter uma recaída. Vai se abater por nada. Por outros, nem parecerá que essas coisas existiram.
Eu não tô dizendo que vai ser fácil. Nunca será. Mas alguns dias as técnicas e práticas para relaxar irão ajudar. Outros dias, se for preciso, aquele calmante que irá te apagar.
Você irá precisar se esforçar. Buscar ajuda. Ter apoio. Pode demorar, mas irá ter. Conseguir.
Seja forte.
Estamos aqui.

Conforme eu for relendo, vou corrigindo e acertando concordâncias e afins.