Escória Sul-Americana

Vivemos na escória sul-americana 
Banhada a esgoto a céu aberto
Ninguém além de nós mesmos
Pra nos livrar dos leões engravatados da selva de concreto

Eles movem o mar de dinheiro desviado
Enquando o esgoto se assoria no fundo de rios e lagos
Precariedade social em abundância
Ninguém pra olhar pelo povo só pra ganância

A nação padece alimentando-se de cancerígenos
Enquanto querem vender o sangue de nossos índios
Falsos governantes que fazem seu povo de martírio

E a desgraça se arrasta desde o brasil Império
Querem destruir vidas em busca de minério
Deixam a população escaça de recursos
Muitas vezes sem vetores para reclamar de seus abusos

A bancada evangélica que diz pregar a moralidade
E ética em nome do senhor Jesus
É a mesma que deixa seus ‘’fiéis’’ seguidores
Morrendo na fila do sus

Like what you read? Give Poesias de uma Maria a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.