O que aprendi na Palestra do Mauricio de Sousa

Fui neste último final de semana a uma palestra do Mauricio de Sousa. Achei engraçado vê-lo ao vivo justamente quando estou no Japão, o que me prova que a vida não faz sentido mesmo. (Nossa, Paula, que conclusão inteligente). Poxa, mas é verdade! A gente pode estar bem perto de alguém por toda a vida, mas talvez venhamos a nos conhecer em algum lugar nada a ver. (Nossa, ok gente, esse texto tá muito ruim.) Mas, quero falar sobre duas coisas que aconteceram na palestra que achei muito bacana.

A primeira foi que um senhorzinho de Okinawa veio para a palestra. Ou seja, ele percorreu 1700km só para ver o Mauricio de Sousa, gente. Ele contou que era o sonho dele vê-lo ao vivo, e ao final, ele foi chamado no palco. Quando a gente quer, a gente vai atrás. (Sim, estou cheia das frases clichês hoje, mas é o que temos e fiquei feliz pelo senhorzinho.)

A segunda coisa que eu achei legal foi que uma criança perguntou em um momento para o Mauricio:

“Os planos do Cebolinha nunca dão certo, por que ele não desiste?”.

Eis que o Mauricio respondeu com uma pergunta:

“Você também nunca teve um plano que não deu certo?”

O menino respondeu que não, mas eu mesma consegui imaginar as mil vezes que ele chorou por que não conseguiu algo que ele queria.

O Mauricio disse que se um plano não dá certo, você dá um tempinho e no outro dia tenta outro plano. E outro. E outro. Até que um dê certo. E a graça talvez seja essa, tentar de várias maneiras diferentes.

Ele complementou ainda que a teimosia é um componente que o ajudou muito em sua carreira. Mesmo que diziam que ele não daria certo, não faria sucesso, ele sempre acreditou na força dos seus personagens. Sempre achei a teimosia algo ruim, mas neste caso vi que por vezes ela te dá aquele empurrãozinho, mesmo quando ninguém acredita em você. Sim, você pode quebrar a cara feio (ou levar coelhadas na cabeça Rs!) mas… e se não?

Não pense que se seu plano não deu certo hoje, nunca dará. Tente outro amanhã e se não der, outro depois de amanhã, e assim por diante. Veja que a cada tentativa talvez você elimine algo que não dá certo, e por isso mesmo, esteja a cada dia mais perto do que funciona pra você.

Like what you read? Give Paula Ayumi a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.