Por que não questionamos o que fazemos?

Livro rápido porém impactante para quem está sempre disposto a discordar de si. Afinal de contas, esse não é o básico da filosofia? Simplesmente questionar.

Depois de ler esse livro eu tive a sensação de que o Mario Sergio Cortella foi muito prático e direto nos questionamentos, talvez não leve todos os leitores a profundidade que certas reflexões precisam, ainda mais no quesito trabalho, faltou mais palmadas! acho que ainda estamos muito mimados!.

Mas achei fantástico a abordagem dele sobre o paternalismo que uma geração toda espera da empresa no qual trabalha, talvez nesse ponto, achei que ele poderia ter batido mais.

É muito bom ler um livro que te permite abaixar a sua guarda ideológica, religiosa, política, etc. E ele é barato e “fininho”, você pode até ler escondido na sua casa se você tiver vergonha de falar que está lendo um livro de filosofia sobre filosofia :)

A grande maravilha da liberdade de pensamento é que você não precisar falar o que pensa, muito menos escrever e olhe lá postar na internet! (hahaha).

Então não tenha medo de questionar o inquestionável na segurança da sua cabeça. Questione tudo, questione todos.

O pensamento que levo desse livro é:

De nada adianta um homem ganhar o mundo se ele perder a sua alma.