abutre

Tua língua afeto não profere
Confere ao corpo o som do teu silêncio
És indubitavelmente raso, ínfimo, frouxo
Passível ao acaso de um filme indisposto
És apenas um rosto e curtas palavras
Lama, desgosto, disfarce de alta casta
Suplicando o sabor da carne morta
Já não vês a porta de chave passada?
Ser livre para o mundo me conforta
Em minha volta, não resta nada.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.